Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
133 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56489 )
Cartas ( 21121)
Contos (12490)
Cordel (9846)
Crônicas (21813)
Discursos (3122)
Ensaios - (9984)
Erótico (13198)
Frases (41527)
Humor (17701)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136971)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4478)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->AMOR ATO CINCO -- 01/05/2018 - 03:42 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Ouço choros em nossa aproximação,


eles estão longe e perto e reinam


quando estendo a maciez da discrição,


para  teus tapetes que são olhos e cortam.


 


O choro exige resposta aos criminosos, 


aqui não há crime,  envio somente  bocas abertas.


Não há questões, senão o presente dos espinhos. 


Em meu corpo eles animam um ambiente de cobertas.


 


Cercado por frutas rachadas o sabor ecoa,


o vento passa e entendo o valor brilhante,


o prêmio que faísca do teu coração, figura constante.


 


Eu mordo agora tua digital profunda.


Chego aos extremos  e prossigo.


A coroação das mil joias é a tua presença fecunda.


 


DO LIVRO:"AMOR POR FORÇA DA LEMBRANÇA"




 




 




 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 19Exibido 89 vezesFale com o autor