Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
123 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56922 )
Cartas ( 21134)
Contos (12535)
Cordel (9883)
Crônicas (21940)
Discursos (3125)
Ensaios - (10032)
Erótico (13216)
Frases (41987)
Humor (17837)
Infantil (3614)
Infanto Juvenil (2350)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137258)
Redação (2893)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4538)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Haicais* -- 06/05/2018 - 12:23 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Haicais*


Rosa, a rosa flor,
caída no chão, esquecida,
lembra um pobre amor.


(Amadeu Fontana)


Recordo. Saudade:
minha rua tinha lua
e felicidade.


(Benedito Pereira da Costa)


A garça acrescenta
um traço de giz no espaço
da tarde cinzenta.


(Delfino Domingos Spezia)


Andando. Na boca
um gosto de beijo. O rosto
inda quente, evoca...


(Eno Theodoro Wanke)


Saudade, andorinha
que parte para outra parte,
voando sozinha...


(Fernando Soares)


E cruzam-se as linhas
no fino tear do destino.
Tuas mãos nas minhas.


(Guilherme de Almeida)


Dois olhos cerrados.
Dois lábios suaves e sábios,
tremendo calados...


(Jairo de Raguna Cabral)


O asfalto molhado.
Cai o dia em nostalgia.
Desliza o passado.


(Maria Thereza Cavalheiro)


Uma garça voa:
delírio branco de lírio
sobre uma lagoa.


(Sânzio de Azevedo)


Flor emurchecida.
Lembrança... Uma alma de criança...
Minha pobre vida...


(Suzana de Campos)


* Da "Antologia de Haicais Brasileiros", org. de Napoleão Valadares. André Quicé Editor, Brasília, 2003. No Jornal da ANE nº 85, maio/2018, p. 7.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 27Exibido 37 vezesFale com o autor