Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
136 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56735 )
Cartas ( 21128)
Contos (12527)
Cordel (9866)
Crônicas (21902)
Discursos (3121)
Ensaios - (10002)
Erótico (13200)
Frases (41767)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137082)
Redação (2887)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->INSENSATEZ -- 06/08/2018 - 18:54 (Nelson de Medeiros Teixeira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

INSENSATEZ
 
Dentre todas ela foi a mais  fria,
A mais amarga, a mais intransigente!
Não nascera para amar plenamente
Pois de candura trouxe a alma vazia!
 
Com ela, mas sem sua companhia,
A jornada passou aridamente!
Um poeta (das estrelas confidente),
 Não faz com a amargura  confraria!
 
Mas, a união foi burla do destino,
Pois que ao juntar o afetivo e o impassível
Um desencontro de ideais plasmou!
 
Porém, contrariando a razão e o tino,
Em meio a todas, a mais insensível
Também foi a que mais o vate amou!
 
 
Imagem: muitochique.com

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 41 vezesFale com o autor