Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
51 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56399 )
Cartas ( 21119)
Contos (12482)
Cordel (9833)
Crônicas (21793)
Discursos (3122)
Ensaios - (9978)
Erótico (13197)
Frases (41437)
Humor (17685)
Infantil (3603)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5445)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136909)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4473)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->BALADA AOS CABELOS COR DE FOGO -- 20/08/2018 - 19:01 (Nelson de Medeiros Teixeira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

BALADA AOS CABELOS COR DE FOGO
 
 
Venham, ó mechas de fogo em brasa,
Cachos de luz, rubis de beleza infinita!
Deixem que o poeta se compraza
A queimar nesta fogueira inaudita!
Que venha o sol em tépida lucerna,
Na tardinha que se esvai ruborizada,
A confundi-los com o vermelho do poente!
 
Deslizem sobre esta face alvaiada
Cachos de luz de beleza incandescente!
 
Escorram, quais rubras lavas, pela alvura deste colo,
pelas curvas destes seios!
Que se cubram céu e solo
Por esta enxurrada de anseios!
Pois, da eternidade, da morada dos Deuses,
Aos teus cabelos compôs esta balada
O menestrel da alma aflita!
 
Venham, ó mechas de luz encantada,
Iluminem o peito onde a paixão habita!
 

 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 20 vezesFale com o autor