Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
124 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56592 )
Cartas ( 21127)
Contos (12497)
Cordel (9854)
Crônicas (21847)
Discursos (3121)
Ensaios - (9994)
Erótico (13199)
Frases (41604)
Humor (17725)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137015)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4492)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Poema semente -- 28/08/2018 - 09:21 (paulino vergetti neto) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Poema semente

Da folha...
haja raiz!
Um fruto desaparecido entre as presenças,
por entre as crateras curiosas da terra,
lugar para onde vim.
Úmida e fértil?
A terra das folhas onde estou e sou.
Declamo os versos soltos do meu rosto
como estas palavras amarradas,
sem sílabas e sem corantes,
quase, de mim, separadas.

Do caule?
e minhas mãos nele abraçadas,
sorrindo, dando gargalhadas
à prova de um diferente amor à natureza.

Do fruto...
Eu!
Estes versos dizem tudo
o que neles há de mais claro e obscuro
feito dia nublado, céu cinzento,
amor desolado, mas cheio de estrelas luzidias,
nascidas sobre alegrias e sem faltas.

De tudo?
Eis que chego ao fim deste poema.
Leiam-no, tracei sob verdadeiro dilema,
do que ainda que sendo, mesmo assim,
sobrevive dentro de tudo ou nada.


Comentários

Clelia  - 31/08/2018

ABSTRATÍSSIMO, GRANDE POETA.

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 19Exibido 26 vezesFale com o autor