Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
23 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57162 )
Cartas ( 21140)
Contos (12558)
Cordel (9907)
Crônicas (21997)
Discursos (3126)
Ensaios - (10095)
Erótico (13280)
Frases (42393)
Humor (18009)
Infantil (3659)
Infanto Juvenil (2421)
Letras de Música (5457)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137457)
Redação (2895)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2384)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4563)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O ASFALTO DOURADO -- 01/09/2018 - 00:08 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos



O alfabeto um dia surgiu.
O ABC então se tornou transparente
sem questões,
depois alguém fixou as vogais
e finalizou tudo como o Abecedário.


O Abecedário então é igual a uma canção,
uma fotografia, um quadro...
(nele se encontram todas as artes).
O Abecedário pode estar na Anatomia
ser uma divisão da Mecânica
tanto que depois do “eme”,
vieram as pernas,
coxas femininas,
com suas vogais extasiadas,
andarilhas
pelas eternas rua do ouro.


Ora, talvez o abecedário seja apenas um caminho
uma rua dourada.
Há uma rua assim em São Paulo.
Ela é muito mais do que  24 quilates 
ou 26 letras
porque se há desejos e valores,
há uma impressão de primeiro alfabeto.

Como é estranho andar 
pela rua Barão de Paranapiacaba.



Do livro: "A CIDADE POSSÍVEL"










 












 



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 19Exibido 72 vezesFale com o autor