Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
95 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57034 )
Cartas ( 21138)
Contos (12550)
Cordel (9895)
Crônicas (21965)
Discursos (3125)
Ensaios - (10063)
Erótico (13237)
Frases (42227)
Humor (17926)
Infantil (3638)
Infanto Juvenil (2391)
Letras de Música (5453)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137385)
Redação (2894)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4543)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A CIGANA -- 15/09/2018 - 21:11 (Nelson de Medeiros Teixeira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

A CIGANA
 
Ainda moço, no limiar da amargura
Pegou-me a mão uma jovem cigana
E me disse: - O que vejo não me engana;
-Hás de encontrar tua alma gêmea, terna e pura!
 
Nunca vira assim tanta formosura...
Só que eu, desde o berço, em procura insana
Buscara, aqui, a perfeição humana
E apenas cri no fado de ventura!
 
O tempo passou... Findou-se a esperança,
Mas aquele rosto na lembrança
Desde então toda a minha alma flagela!
 
E só agora entendi com clareza
Que nada é por acaso e com certeza
A linda cigana me dizia dela...!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 45 vezesFale com o autor