Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54939 )
Cartas ( 21059)
Contos (12120)
Cordel (9541)
Crônicas (21128)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39893)
Humor (17551)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5413)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135641)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4195)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->A SONHADORA E O LIVRO -- 15/09/2014 - 00:23 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:143896257279684600

A SONHADORA E O LIVRO

 

No belo país onde repetimos que o seu lugar é no futuro... e o presente vem e vira passado, vive uma sonhadora que estudou, trabalhou, estruturou argumentos com novas ideias e quis divulgar  o resultado de todo afinco através de um instrumento muito usual: um livro.

Um projeto aparentemente banal para a realidade, mas que exigiu muita coragem da sonhadora antes de colocá-lo em prática.

Inexperiente, escolheu sozinha a Editora, fez o contrato, o pagamento dos exemplares, enviou todo o material necessário e começou a sonhar mais, com o coração pulsando de alegria.

Quase não coube em si de contentamento com a apresentação tão bonita que foi feita para o livro por alguém experiente, reconhecido nacionalmente, autor de vários livros didáticos, poeta, músico...

A sonhadora só sabia agradecer, agradecer, agradecer àquele amigo que transformou, em palavras, a formiguinha sonhadora em, no mínimo, uma grande tanajura.

O que ocorreu? O futuro chegando todos os dias e os anos passando... Um, dois, três... Quatro?

A sonhadora, cansada de tantas tentativas de diálogo com a Editora para receber o seu livro pronto, não sabe mais como explicar à família, ao amigo, às pessoas que com ela esperam, e nem a si mesma o porquê desta infeliz falta de seriedade e respeito com ela e o objeto do seu sonho.

Quem sabe revendo o filme Fantasia, de Walt Disney, nos ambientes e poções mágicas, ou na trilha sonora do filme a sonhadora encontre as notas musicais que toquem os ouvidos de quem é responsável pela Editora?! 

Quiçá os exemplares dos livros cheguem para ela com os belos efeitos do filme, em partículas que voam pelo ar e que se materializam, ou mesmo – sem romantismo – em uma embalagem trazida por uma transportadora até a sua casa.

Como sempre terminavam os Contos de Fadas, a sonhadora dormirá mais um dia e acordará na esperança de que seu livro fique pronto... É o sonho realizado. 

Todos, assim, serão felizes para sempre.

 

Dalva da Trindade S. Oliveira

(Dalva Trindade)

14.09.2014

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 162 vezesFale com o autor