Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56561 )
Cartas ( 21153)
Contos (12580)
Cordel (9988)
Crônicas (22107)
Discursos (3130)
Ensaios - (8899)
Erótico (13335)
Frases (42984)
Humor (18268)
Infantil (3713)
Infanto Juvenil (2539)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137819)
Redação (2909)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1921)
Textos Religiosos/Sermões (4637)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O Grimpeiro -- 06/01/2019 - 17:17 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Grimpeiro

Muito prazer, sou um grimpeiro

Um pássaro leve, doce e brejeiro

Gosto de ficar no alto das grimpas

Observando estrelas e pipas



Curto uma cidade com quatro estações num só dia

Porque sou um pássaro sonhador e aventureiro

Vários climas me inspiram a mais bela Poesia

Pois sou poeta tímido e ao mesmo tempo arteiro



Eu me alimento das larvas que danificam o pinheiro

Por isto eu preciso desta árvore para viver

Ela me dá abrigo e carinho o tempo inteiro

Sem falar que a comida vai além do prazer



Sou o grimpeiro, ás vezes brigo com a gralha azul

Esta ave famosa que voa de norte a sul

Ela pede para que eu saia do meu espaço, já

E ainda afirma que ela é símbolo do Paraná



Sou grimpeiro e represento Curitiba, esta cidade

No fundo a gralha sabe que falo a verdade

Sou grimpeiro e meu voo é uma suave Poesia

Porém sou discreto e não digo “bom dia”



Sou um pássaro raro, um grimpeiro

De um tempo diferente, sou garimpeiro.

Luciana do Rocio Mallon



















Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui