Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
137 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56937 )
Cartas ( 21165)
Contos (12589)
Cordel (10045)
Crônicas (22167)
Discursos (3133)
Ensaios - (8976)
Erótico (13389)
Frases (43457)
Humor (18418)
Infantil (3758)
Infanto Juvenil (2648)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138108)
Redação (2919)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2399)
Textos Jurídicos (1924)
Textos Religiosos/Sermões (4811)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Salvação -- 18/06/2019 - 21:51 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Como a mão que te estrangula eu serei

Quando só restar a esperança em Mim

Te fazendo desejar o próprio fim

Ao invocar aquele a quem chama de Rei

 

Confusão, discórdia, bem como traições

Estarão entre quem invocar Meu Nome

Que alimenta sua fé e logo a consome

Ignorando a petição das orações

 

Junto ao filho que assume minhas faltas

Assisto à queda do justo e do malfeitor

Seja qual for seu ponto de vista moral

 

Ambos crerão servir à Minha Vontade

Quando buscarem salvar a si mesmos

Do que será de qualquer forma seu final. 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 28 vezesFale com o autor