Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
139 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56937 )
Cartas ( 21165)
Contos (12589)
Cordel (10045)
Crônicas (22167)
Discursos (3133)
Ensaios - (8976)
Erótico (13389)
Frases (43457)
Humor (18418)
Infantil (3758)
Infanto Juvenil (2648)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138108)
Redação (2919)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2399)
Textos Jurídicos (1924)
Textos Religiosos/Sermões (4811)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Cadáveres bem maquiados -- 18/06/2019 - 22:03 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Busquei o passado de forma incessante

Como refúgio da angústia presente

Que me abraça, solidária e inclemente

Qual a mais calorosa amante

 

Não consegui, no entanto, encontrar

O menor vestígio de saudade

Em quem me fez crer que a humanidade

Seria digna, ao menos, de respirar

 

Amizade e momentos, sempre de mãos dadas

Enterradas sempre juntos tão logo

A ocasião os leve a deixar de existir

 

Dois cadáveres bem maquiados no fim

Que transformam em verdades inquestionáveis

Tudo que o incauto vier a ouvir. 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 16 vezesFale com o autor