Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
97 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56564 )
Cartas ( 21153)
Contos (12580)
Cordel (9988)
Crônicas (22108)
Discursos (3130)
Ensaios - (8899)
Erótico (13335)
Frases (42984)
Humor (18270)
Infantil (3713)
Infanto Juvenil (2540)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137820)
Redação (2909)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1921)
Textos Religiosos/Sermões (4637)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Pra que partir?* -- 25/06/2019 - 22:21 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Pra que partir?*

"Estou sentado sobre a minha mala
no velho bergantim desmantelado...
Quanto tempo, meu Deus, malbaratado
em tanta inútil, misteriosa escala!

Joguei a minha bússola quebrada
às águas fundas... E afinal, sem norte,
como o velho Simbá de alma cansada,
eu nada mais desejo, nem a morte...

Delícia de ficar deitado ao fundo
do barco, a vos olhar, velas paradas!
Se em toda parte é sempre o Fim do Mundo,

Pra que partir? Sempre se chega, enfim...
Pra que seguir empós das alvoradas,
se, por si mesmas, elas vêm a mim?"

* Mário Quintana,  A Rua dos Cata-Ventos, in Poesias, p. 16, Editora Globo, Porto Alegre, 1972. Citado por Domingos Paschoal Cegalla, in Novíssima Gramática da Língua Portuguesa, 35ª edição, São Paulo (SP), Companhia Editora Nacional, 1992, p. 550.  
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 23Exibido 22 vezesFale com o autor