Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54480 )
Cartas ( 21033)
Contos (11993)
Cordel (9387)
Crônicas (20910)
Discursos (3101)
Ensaios - (9872)
Erótico (13091)
Frases (39524)
Humor (17519)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135168)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4106)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Nal Capitania -- 07/11/2016 - 18:53 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Nal capitania
Sem a
Só com ar
Genial, Genival
Gengival
Gente vai
Gente fica
Na gengiva do tempo
Sem as cáries da maldade
Mas somos o micro
Do macro insondável
Na sonda terra!
Para o centro dela
Do útero Manguaba
Eterna Lagoa
Nossa mãe comum
No comum das paixões
Da primeira reunião
Na comunhão de almas
No girar Lalá
No fitar Lalá
Na mira, Bidião
Sem rifle
No desejo líquido
Da pureza
Curumi
Repente poética
Caju e Castanha
Filosofia Bidiônica
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui