Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
76 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54807 )
Cartas ( 21052)
Contos (12086)
Cordel (9484)
Crônicas (21049)
Discursos (3105)
Ensaios - (9892)
Erótico (13119)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3559)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135481)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda do Instrumento Chamado Washboard(Corrigido) -- 11/03/2017 - 23:57 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda do Instrumento Chamado Washboard
Nos Estados Unidos, no século dezenove, existia uma escrava chamada Rose que era muito magra. Por isto ela sofria bullying tanto na senzala quanto na casa grande. Pois as pessoas chamavam esta jovem de tábua de lavar roupa. Então quando Rose lavava roupa no rio, com sua tábua de madeira, as pessoas caçoavam da pobre assim:
- Uma tábua usando outra tábua!
Por isto, na hora desta tarefa, Rose se afastava das outras mulheres. Porém, um dia ela notou que passando objetos, nas linhas da tábua, eles faziam barulho que com ritmo, se transformavam em música. Assim, ela amarrou coisas na tábua, como talheres, e passou a toca-los nesta tábua toda a vez que lavava roupas no rio. Deste jeito, a moça compôs a seguinte música:
“ I am black
I am a black woman
Black is beautiful
Black is love”
Um dia, o filho do fazendeiro escutou esta música acompanhada com o batuque feito na tábua. Assim ele se aproximou de Rose e se apaixonou por ela, fato que resultou num romance proibido. Porém o pai do rapaz descobriu tudo. Então matou a escrava, enquanto lavava roupa, afogando a pobre no rio. Porém o fantasma dela permaneceu naquele lugar.
Um dia, uma órfã faminta, chegou perto do rio e se lamentou:
- Como eu gostaria de um prato de comida, para matar a minha fome, e uma família que me amasse.
De repente, Rose surgiu cantando com sua tábua de lavar roupa e disse:
- Eu moro neste rio e posso realizar seu sonho.
Como um raio, apareceu carregando um prato de comida, uma senhora que desejava ter muito uma filha. Deste jeito ela ofereceu o alimento à menina e levou esta criança para sua casa.
Desta maneira, Rose exclamou:
- Tenho o poder de realizar os sonhos de todas as pessoas que se queixarem na beira deste rio!
Numa tarde de verão, uma jovem escrava viu Rose tocando música em sua tábua de lavar. Então resolveu imitar a moça. Deste jeito, o instrumento se popularizou e recebeu o nome de washboard.
Luciana do Rocio Mallon



Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui