Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
71 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54795 )
Cartas ( 21052)
Contos (12085)
Cordel (9481)
Crônicas (21041)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135497)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Abandonos -- 06/04/2017 - 00:28 (Sydia Mabel Araújo Lopes) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Portões e janelas fechados. Ninguém em casa, a não ser dois cães de latas viradas e fechadas. Entrou pela cozinha, pois a porta estava entreaberta. Havia apenas restos de comida deixados por uns transeuntes de estrada. A pia estava cheia de panelas sujas com moscas a pairar pelo ambiente. Tudo era refugo de algo usado e descartado, porem ninguém atrevera ali se instalar, pois poderia surgir o proprietário do local. Vida havia ali a contragosto de uma elite da igreja que ficava à mesma rua. A maldita casa abandonada, sujava a imagem de uma sociedade cristã, até que feito um abaixo-assinado, foi proposta a demolição. Tempo foi dado ao suposto proprietário erguer a voz, entretanto a casa não tinha parentes. Chegado o dia da demolição, tudo estava pronto para limpar de vez aquela imagem inóspita ao local. Feita a demolição, resolveram fazer uma praça com brinquedos para a garotada da vizinhança. Durante a construção, percebeu que havia sempre um senhor barbudo de trajes sujas com um velho cão. Ao perceber gente nova trabalhando no local da demolição, perguntou ao mestre de obras o que fora feito da antiga construção. Eis que o homem respondeu: "casa abandonada sem proprietário." Então o senhor retrucou: " Fui apenas resgatar meu velho amigo quadrúpede de maus tratos, pois assim como sou, ele também foi abandonado."
Tudo abandonado: ele, a casa e o animal, ficando em pé apenas a vida.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 0Exibido 30 vezesFale com o autor