Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
71 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54787 )
Cartas ( 21052)
Contos (12085)
Cordel (9481)
Crônicas (21043)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135497)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->O DESDÉM DE ANGELINA -- 25/04/2017 - 11:24 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
ESTUDÁVAMOS JUNTAS, NA ESCOLA DE ARTE QUE FREQUENTAVA, JÁ NOS 2000.
MINHA FORMAÇÃO ERA DESENHO TÉCNICO E ANGELINA ERA FORMADA EM HISTÓRIA DA ARTE. NOSSOS OBJETIVOS NAQUELE ATELIER, NADA MAIS ERA, QUE APERFEIÇOAR A NOSSA TÉCNICA, COM A FINALIDADE DE NOS PROFISSIONALIZAR.
NA ÉPOCA, EU FAZIA PLANTAS DE ARQUITETURA, E ALGUMAS COISAS DA ÁREA MECÂNICA, E ANGELINA, SABIA BEM POUCO DE DESENHO, NA SUA FORMA MAIS PRÁTICA.
A FACULDADE HAVIA LHE RENDIDO UM EXCELENTE CONHECIMENTO DE PINTORES DOS SÉCULOS PASSADOS, ENTRETANTO, A HABILIDADE COM O PINCEL, ESTAVA COMIGO, MODÉSTIA PARTE.
POR OUTRO LADO, SE ME PERGUNTASSEM À RESPEITO DE ALGUM PINTOR, QUANDO NASCEU OU QUAL O ÁPICE DE SUAS OBRAS, ERA UM VERDADEIRO FRACASSO E SEM A MENOR VERGONHA, NUNCA FUI BOA EM GUARDAR DATAS, OU DETALHES PASSADOS.
EU E ANGELINA NOS COMPLETÁVAMOS. ELA ME FALAVA DE HISTÓRIA, E EU LHE ENSINAVA SOBRE ESPATULADO.
ESTUDÁVAMOS NO CENTRO DO RIO DE JANEIRO. ELA VINHA DE BOTAFOGO E EU ESTAVA POR LÁ MESMO. SEMPRE QUE PODÍAMOS, FUGÍAMOS PARA UM CAFÉ PRÓXIMO AO ATELIER PRA FALAR DE OUTROS ASSUNTOS QUE NÃO CONVINHA DURANTE A AULA, E ASSIM NOS TORNAMOS AMIGAS.
TINHA POR ANGELINA, MAIS QUE AMIZADE. ELA ME ENCANTAVA COM SEU CONHECIMENTO E SE O TEMPO PERMITISSE, PASSARIA HORAS A ESCUTA-LA. ASSIM CONSOLIDAMOS UMA RELAÇÃO DE ALGUNS ANOS. ERA UM PRAZER ENORME A SUA COMPANHIA, E LHE TINHA COMO A MELHOR DAS MELHORES.
ENTRETANTO, ANGELINA NÃO TINHA SÓ A MIM COMO FÃ. ALGUNS ALUNOS DA ACADEMIA DE ARTE, A ADMIRAVAM BASTANTE. E ELA DIVIDIA SUA ATENÇÃO COM RESTRIÇÕES PARA NÃO ATRAPALHAR O ANDAMENTO DOS TRABALHOS. O PROFESSOR ELOGIAVA SEUS CONHECIMENTOS, E DE CERTA FORMA ISSO ATRAÍA A ATENÇÃO DE TODOS.
EM NOSSA ÉPOCA HAVIA UMA SENHORA QUE ESTUDAVA CONOSCO. ELA ERA IMENSA E DOTADA DE POUCA BELEZA, ENTRETANTO ADMIRAVA IMENSAMENTE A ANGELINA, A PONTO DE INTERROMPE-LA EM ALGUMAS DE SUAS COLOCAÇÕES, FAZENDO MUITAS PERGUNTAS E ANOTANDO EM SEU CADERNINHO. FUI TESTEMUNHA DE VÁRIOS ACONTECIMENTOS.
SEMPRE QUE SE COLOCAVA À RESPEITO DE ANGELINA, SÓ FALTAVA FAZER REVERÊNCIA AO SEU CONHECIMENTO E À SUA PESSOA.
EU ACHAVA AQUILO TUDO, MUITO ENGRAÇADO, E ADMIRAVA O CARINHO QUE TINHA POR ANGELINA.
PASSEI A OBSERVAR QUE ANGELINA LHE DAVA RESPOSTAS RASAS E SECAS, COMO SE AQUILO ESTIVESSE INCOMODANDO.
CERTO DIA, NUM DOS NOSSOS CAFÉS, FIZ UM COMENTÁRIO SOBRE AQUELA SENHORA, E ME SURPREENDI COM A RESPOSTA DA DOCE ANGELINA.
- AQUELA MULHER É MUITO CHATA, ALÉM DE SER FEIA, QUE DÓI.
OPA! O QUE ERA AQUELA COLOCAÇÃO? COMO ALGUÉM PODIA FALAR ASSIM DE ALGUÉM QUE TANTO LHE DEMONSTRAVA CARINHO E ADMIRAÇÃO.
A PARTIR DAQUELE DIA, PASSEI A OBSERVAR O CARÁTER E O COMPORTAMENTO DE ANGELINA, E FRUSTOU-ME ANALISAR QUE ANGELINA DETINHA CONHECIMENTO, MAS FALAVA DELE COM ARROGÂNCIA E PREPOTÊNCIA, COMO SE SÓ ELA O TIVESSE.
QUANDO NÃO PRECISAVA DE ALGUMA COISA, OU INFORMAÇÃO QUE LHE VALESSE EM SUA TAREFA, FECHAVA-SE COM COPAS, E ATÉ COMIGO, PERCEBI SINAIS DE DESDÉM, DISPLICÊNCIA E POUCO CASO.
ÀS VEZES QUE CHEGAVA AO CENTRO MAIS CEDO, ME CHAMAVA PARA UM CAFÉ, MAS, SÓ PORQUE ESTAVA SOZINHA, E NÃO POR OUTRO MOTIVO.
ANGELINA NÃO ME ENGANOU, ELA APENAS USOU MÁSCARAS APROPRIADAS PARA CADA EVENTO, E SÓ COM MUITA ATENÇÃO EU PUDE PERCEBER SEU DESDÉM PARA COM AS PESSOAS À SUA VOLTA.
AOS POUCOS, DECIDI ME AFASTAR. GOSTAVA DELA AINDA, DO SEU CONHECIMENTO, DA SUA INTELIGÊNCIA, ENTRETANTO ABOMINAVA O DESDÉM QUE PARECIA SER NATO EM SUA PERSONALIDADE.
ÀS VEZES, TEMOS QUE OLHAR EM VOLTA, DETIDAMENTE. OLHAR COM LUPA, VER O COMPORTAMENTO COM O OUTRO, PERCEBER O QUE REALMENTE VAI NO INTERIOR DE CADA PESSOA, E ASSIM, PENEIRAR NOSSOS RELACIONAMENTOS, PARA QUE FRUTIFIQUEM EM SEU MELHOR.
Comentários

touche  - 30/04/2017

às vezes, as pessoas nos cegam com o talento. É dificil separar o artista da pessoa, mas é preciso,.realmente, é preciso perceber o que vai no interior de cada um...

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 16Exibido 163 vezesFale com o autor