Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54735 )
Cartas ( 21051)
Contos (12072)
Cordel (9445)
Crônicas (21019)
Discursos (3103)
Ensaios - (9890)
Erótico (13108)
Frases (39735)
Humor (17538)
Infantil (3557)
Infanto Juvenil (2306)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135413)
Redação (2863)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4159)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda da Flor Chamada Pingo-de-Sangue -- 09/05/2017 - 13:18 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda da Flor Chamada Pingo-de-Sangue
Reza a lenda que na época em que Jesus tinha 33 anos, numa região próxima, existia um garoto de rua sapeca chamado Pingo. Este menino executava travessuras como: roubar frutas e caçoar das pessoas.
Numa linda tarde, Jesus passou pela aldeia, onde morava este garoto, e fez belos discursos pelas ruas. Então Pingo ficou tocado pelas palavras do mestre e decidiu mudar a sua vida. Por isto arrumou emprego como auxiliar de vendedor na feira, passou a orar para Deus todos os dias e a fazer caridade.
O tempo passou e Jesus foi crucificado. Quando Pingo soube disto, ficou muito triste. Mas resolveu pregar a palavra do mestre para as pessoas ao redor. O problema é que o imperador, daquela região, seguia uma religião politeísta, que adorava vários deuses, e não era tolerante com outras crenças. Por isto, este homem poderoso ordenou a seus guardas que matassem Pingo. Um certo dia, este rapaz estava andando pela rua. Quando, de repente, guardas atiraram flechas contra o seu corpo. Deste jeito o moço, com intenção de escapar, fugiu para o caminho da floresta mesmo sangrando. Porém como tinha perdido muito sangue, o pobre faleceu. Desta maneira, ele foi com seu corpo pingando sangue para o céu. Quando chegou às portas do Paraíso, São Pedro, olhou para este jovem e disse:
- Não tenho autorização para deixa-lo entrar. Pois você foi muito sapeca durante a infância e a adolescência.
Porém, o moço explicou:
- Mas depois que escutei a palavra de Jesus, mudei completamente. Pois arrumei emprego e espalhei mensagens de amor.
Após estas palavras o rapaz ajoelhou-se e exclamou:
- Por favor, me dê uma chance!
São Pedro consultou o Anjo da Misericórdia que cochichou em seu ouvido. Após isto, o santo comentou:
- Eu deixarei você entrar. Porém, como uma condição: que as gotas de sangue, do seu corpo, que agora estão caindo em direção à Terra se transformem em belas flores vermelhas.
Pingo gritou:
- Eu concordo!
Deste jeito surgiu, no mundo, uma flor chamada pingo-de-sangue que atrai colibris.
Luciana do Rocio Mallon.


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui