Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
73 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54856 )
Cartas ( 21056)
Contos (12110)
Cordel (9512)
Crônicas (21088)
Discursos (3105)
Ensaios - (9905)
Erótico (13127)
Frases (39809)
Humor (17550)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5411)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135538)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2372)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4175)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Mensagens do além -- 28/05/2017 - 12:37 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos











A palavra é capaz de transforma sonho em realidade,  ilusões, fantasias, e  ficção em verdade concreta. Se penetramos  no fantástico mundo da imaginação, torna-se possível sondar o insondável. Tudo depende da tinta com que se pinta a aquarela da vida... Pinte, pois,  sua aquarela com as cores guardadas na imaginação, como se a vida fosse uma ficção que se escreve em livros.
— Em tua  imaginação, podes antecipar a festa de debutantes, casar,  ter filhos,  netos e chegar a uma velhice ditosa. Depois, podes  voltar a ser menina outra vez. Brincar na praça Afonso Pena, passear na Quinta da Boa Vista, enfim, viajar nos anéis da memória, rever toda história, mas não podes alterá-la em nada: há um anjo guardando a árvore da vida. Teu passado não podes mudar, mas podes reescrever os próximos capítulos de tua história.
Fechou o arquivo de suas lembranças para uma interrogação: Como o tempo voa!... Se o pai fosse  vivo estaria com cem anos. E ‘vô’ Generoso, centro e trinta e seis. Generoso não conheceu telefone sem fio, celular, máquinas que gravam imagem e voz. Mas, o povo   daquele tempo também conheceu a tecnologia, guardadas as proporções de espaço, tempo e cultura. Sim, conviveu  com inventos rudimentares e com  a tecnologia, até então considerada sofisticada.  Para  eles, no entanto,  conversar com os mortos era apenas expectativa e falácia dos espíritas, rejeitada pela religião católica
— Rava! Não se pode evocar os mortos.   Exclua esta parte do livro, é polêmico demais!
 —Que pensa a respeito disso o Padre  Davi, agora que está do outro lado da vida?
— Claro! A Igreja sabe que o rei Saul evocou o espírito de Samuel, e isso não agradou a Deus. Há muitos espíritos vagando pelos ares! um deles pode vir transvestido de lobo em pele de cordeiro, e enganar a muitos, fazendo-se passar por aquele que foi evocado.
 Ravenala nunca intentou contato com os mortos usando o   psicoteledecodificador.  Ela desejava muito falar com o  ex-professor, porém, o contato entre vivos e mortos só é possível se houver aquiescência de ambas as partes e o padre Davi jamais daria a mão à palmatória. Jamais concordaria que isso fosse  possível, já  no 2057.
— Esqueceste de anunciar o principal.
 —O quê?
 — Mesmo que as partes estejam acordes em se comunicarem, é preciso que haja permissão de Deus.
—  Não é necessário dizer isso... Nada acontece sem a permissão de Deus.
A aproximação de uma gaivota interrompeu o discurso sobre o contato com os mortos.
— Veja Ravinha, uma linda gaivota pousou no capelo do navio!
— Nunca tinha visto uma gaivota tão bonita. Ela tem o dorso azul claro, muito claro. E o peitoral branco.
— Parece vestida com as vestes da Virgem Maria.
— Foi essa a imagem que me veio: o azul do céu. E o branco da  paz.
— Azul da cor do mar. E tu me dizes que aqui não é o céu?
— São os mimos de Deus. A vida contemplativa nos oferece momentos de céu aqui mesmo na terra.


— Sim, criamos nosso mundo com aquilo que se move dentro de nós mesmos. Céu ou inferno, cada um constrói o mundo em que vive.

***






Adalberto Lima, trecho de Estrela que o vento soprou.
Imagem: Internet

 




 




Enviado por Adalberto Lima em 28/05/2017







Enviado por Adalberto Lima em 28/05/2017

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 40 vezesFale com o autor