Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
96 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54835 )
Cartas ( 21056)
Contos (12106)
Cordel (9509)
Crônicas (21076)
Discursos (3107)
Ensaios - (9896)
Erótico (13126)
Frases (39798)
Humor (17544)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5411)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135516)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4172)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda da Cigana do Desfile da Bolha de Sabão -- 28/05/2017 - 16:17 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda da Cigana do Desfile da Bolha de Sabão
Semana passada eu estava no ônibus e uma menina me perguntou:
- Tia Lu, você irá à parada da bolha de sabão?
Logo, comentei:
- Gostaria muito...
- Mas você sabia que este evento, a Global Bubble Parede, tem origem numa lenda medieval?
A criança exclamou:
- Não sabia!
- Por favor, conta!
Deste jeito eu falei:
- Conto, já:
- Na Idade Média existia uma cigana chamada Letícia, nome que em latim significa alegria. Esta moça gostava de dançar e adivinhar o futuro através de sua bola de cristal.
Um dia, a caravana de Letícia montou acampamento num reino muito fechado, moralista, preconceituoso e triste. Assim esta cigana passou a convidar as mulheres da vila para ler seus destinos na bola de cristal.
Porém a rainha má ficou sabendo e proibiu que Letícia trabalhasse com esta sua bola de cristal. Por isto mandou os soldados confiscarem este instrumento da cigana. Mas as clientes dela indagaram:
- Poxa, e agora?
- Como você verá nosso destino?
A cigana explicou:
- Eu posso ensinar a vocês, o método da bolha de sabão, que funciona assim:
- Você precisam se reunir num local público e fazer bolhas de sabão. Pois cada bola transparente mostrará um segundo de felicidade nas suas vidas futuras. Porém, para isto, é preciso que vocês estejam em grupo e comecem a dançar.
Deste jeito, as mulheres foram até a praça, com Letícia, junto com seus baldes, cheios de sabões derretidos dentro, e seus canudos vegetais. Assim passaram a fazer bolas transparentes. De repente, uma donzela disse:
- Numa bolha vi a cena do meu casamento!
Já, uma senhora falou:
- Em outra bola transparente descobri que ganharei um baú de tesouro.
Logo, outra moça disse:
- Em outra bolha de sabão vi meu futuro filho nascer!
Desta maneira, cada mulher conseguia ver um segundo de felicidade de sua vida futura.
Porém a rainha foi avisada daquela festa na praça. Por isto, mandou prender a cigana e ela foi condenada à pena de morte. Deste jeito, antes de ser enforcada, em público, o algoz perguntou:
- Gostaria de dizer algo antes de morrer?
A moça revelou:
- Eu sei que serei morta e enterrada. Porém meu corpo ficará intacto durante séculos. Então quando acharem meu corpo, eu voltarei à vida e o mundo inteiro praticará a Parada da Bolha de Sabão em nome da felicidade. Neste evento cada pessoa poderá ver, no segundo da bola transparente, algo bom que acontecerá no futuro.
Após estas palavras esta donzela foi enforcada, morta e enterrada.
Reza a lenda que no começo do século vinte e um, o corpo intacto de Letícia foi encontrado por arqueólogos. Assim a partir daquele instante, na Europa, foi criado um evento chamado Parada da Bolha de Sabão, onde pessoas dançam nas ruas fazendo bolas transparentes de sabão. Dizem que a cada ano, mais países adotam esta manifestação em nome da felicidade e que o espírito da Cigana Letícia costuma aparecer no meio da multidão.
Luciana do Rocio Mallon


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui