Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55241 )
Cartas ( 21066)
Contos (12158)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3111)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40133)
Humor (17566)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135869)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Cachoeira dos Ciganos(Corrigido) -- 18/10/2017 - 22:31 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda da Cachoeira dos Ciganos de São José dos Pinhais
Numa vila rural de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, há quedas da água chamadas Cachoeira dos Ciganos.
Reza a lenda que quando Curitiba se chamava Vila Nossa Senhora da Luz, um grupo de ciganos acamparam naquela parte de São José dos Pinhais. Nesta caravana existia uma linda cigana chamada Taís.
Num dia de primavera, ela foi passear no bosque e se apaixonou por um “caixeiro” viajante. Porém a moça ficou grávida e seu amado fugiu. Por isto, esta jovem foi expulsa de seu grupo e, no mesmo instante, correu para chorar no bosque. Taís morreu de desidratação e das suas lágrimas surgiu uma cachoeira. Quando ela chegou ao céu, São Pedro disse:
- Você não foi boa o suficiente para entrar no Paraíso. Mas não foi má o bastante para ir ao Inferno.
Deste jeito, a moça voltou perto da cachoeira criada pelas suas lágrimas. Porém, em volta destas águas, surgiu o clã dos ciganos espirituais da luz, onde a matriarca disse:
- Agora, você faz parte dos ciganos da luz que serão guardiões desta cachoeira. Sua missão é proteger as pessoas que frequentarem este lugar, não deixando que elas morram aqui, principalmente, afogadas. Você também deverá chamar ciganos terrestres, com sua energia, para acamparem neste lugar.
A partir, daquele instante, ciganos passaram a acampar perto desta cachoeira.
Um dia, duas meninas da região foram brincar no bosque e encontraram a cachoeira. Porém, ficaram se banhando até tarde, não conseguiram voltar para a casa e começaram a chorar. Taís, que viu tudo, surgiu das águas e disse:
- Sou Taís!
- Meninas, não chorem.
- Eu levarei vocês para casa.
- Por isto, de hoje em diante colocarei lenços coloridos nas árvores, formando uma trilha principal, para que vocês e outras crianças não se percam.
- Digam para as pessoas que se elas jogarem uma moeda e uma rosa, chamando pelo meu nome, na cachoeira elas serão felizes no amor e nos negócios.
Assim a cigana guiou as meninas para casa.
A partir daquele dia, lenços coloridos apareceram nos troncos das árvores que davam acesso ao caminho para a Cachoeira dos Ciganos.
Até hoje existem lenços coloridos marcando os caminhos.
Reza a lenda que se alguém jogar uma moeda e uma rosa na Cachoeira dos Ciganos será feliz nos negócios e no amor.
Luciana do Rocio Mallon




Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui