Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55241 )
Cartas ( 21066)
Contos (12158)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3111)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40133)
Humor (17566)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135869)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda da Cigana dos Lenços do Outubro Rosa -- 20/10/2017 - 18:46 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda da Cigana dos Lenços do Outubro Rosa
Na Idade Média existia uma cigana chamada Carolina, que gostava de confeccionar véus, lenços e xales para as mulheres casadas, do seu clã, e para moças que não eram ciganas, mas que por algum motivo perderam seus cabelos. Carolina sabia que os cabelos fazem parte da força feminina mágica que cada mulher possui. Para confeccionar estas peças ela usava tecidos finos, fios fortes e um tear manual que sua vó dizia ser mágico.
Naquela época, ás vezes, os inquisidores raspavam as cabeças das mulheres que eram acusadas de bruxaria nas prisões. Porém, Carolina sempre dava um jeito de entrar, às escondidas, nestes lugares para ofertar lenços para as supostas feiticeiras que ficavam emocionadas.
Quando Carolina era chamada para fazer magias de cura, em alguma residência, e notava que alguma dama doente estava perdendo os cabelos, ela logo doava um véu.
Num dia nublado de inverno, a cigana estava andando pela floresta com sua sacola de lenços no ombro. Quando, de repente, homens com péssimas intenções, que estavam em cima das árvores pularam em cima da pobre. Assim violentaram e enforcaram a coitada com os próprios lenços.
Então quando ela estava a caminho do céu, o Anjo da Esperança disse-lhe:
- Sua alma tem uma importante missão: inspirar pessoas para doarem lenços às mulheres que perderam cabelos por diversos motivos.
Assim Carolina voltou com sua forma humana para a Terra e continuou a confeccionar véus para moças que perdem os cabelos. Em troca, ela ganhou a vida eterna.
Os anos se passaram, a cigana passou a visitar hospitais onde damas fazem quimioterapia com o objetivo de distribuir véus e xales para suas cabeças.
De repente surgiu uma campanha chamada Outubro Rosa sobre a conscientização do Câncer de Mama, onde especialistas fazem palestras. Desta maneira Carolina aproveitou o período da campanha para realizar eventos onde criaturas doam lenços para mulheres com Câncer.
Por incrível que pareça, no ano de 2017, um canal de TV elaborou um evento do Outubro Rosa, onde a personagem principal era uma cigana que dava conselhos aos consulentes sobre saúde.
Luciana do Rocio Mallon



Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui