Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55244 )
Cartas ( 21066)
Contos (12162)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3111)
Ensaios - (9915)
Erótico (13140)
Frases (40137)
Humor (17566)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135872)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda da Noivinha-de-Rabo-Preto -- 24/10/2017 - 15:14 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda de uma Ave Chamada Noivinha-de-Rabo-Preto
Há muitos anos, existia uma princesa má chamada Rúbia que estava noiva do príncipe Felipe.
Alguns meses antes do casamento, uma donzela chamada Sônia, foi trabalhar como empregada doméstica, no castelo desta princesa. Num dia de primavera, Felipe foi visitar sua noiva, avistou Sônia e se apaixonou por ela. Então, dias antes de seu matrimônio o príncipe confessou à Rúbia que romperia o compromisso porque estava amando outra mulher.
Deste jeito, Sônia pediu demissão e a princesa ficou desconfiada. Por isto, Rúbia contratou os serviços de Márcia, uma poderosa bruxa e espiã. Assim a feiticeira descobriu que o príncipe se casaria com Sônia, a ex-serviçal do castelo. Rúbia, desesperada, pediu uma magia para que o matrimônio não acontecesse e Márcia aceitou a proposta.
Sônia confeccionou seu próprio vestido de noiva muito comprido, de cor branca e com rosas cinzentas para seus cabelos. Na hora dela entrar na igreja, um homem com capuz de algoz jogou um líquido preto que atingiu a cauda e a manga do seu vestido. Naquele mesmo instante, a donzela se transformou numa ave branca e com a cabeça cinza. Porém com cauda e asas pretas.
Então as pessoas começaram a gritar:
- Noivinha de rabo preto!
- Noivinha de rabo preto!
Desta maneira, ela voou atrás do príncipe, mas ele exclamou:
- Saia de cima de mim, seu pássaro nojento!
- Voe para longe, sua aberração!
A ave ficou triste e voou para longe até que chegou ao Sul do Brasil.
Dizem que se uma donzela avistar a noivinha-de-rabo-preto e pedir para esta ave buscar o amor de sua vida, ela atende ao pedido.
Eu costumava ver este pássaro, nos anos 80, no quartel do Boqueirão, aqui , em Curitiba. Mas nunca tive coragem de fazer o famoso pedido.
Luciana do Rocio Mallon






Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui