Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
139 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56109 )
Cartas ( 21113)
Contos (12442)
Cordel (9799)
Crônicas (21703)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41205)
Humor (17642)
Infantil (3598)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136692)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda da Lágrima do Unicórnio(Corrigida) -- 21/06/2018 - 21:08 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda da Lágrima de Unicórnio
Na Idade Antiga, havia um reino chamado Petúnia Selvagem, onde existiam mulheres bonitas e homens cafajestes. Por isto aquela região era mais promíscua que Sodoma e Gomorra. Para proteger a princesa do local, chamada Laura, a rainha colocou esta garota numa masmorra, de um castelo isolado, e não permitiu que homens se aproximassem dela.
Pelo reino ser promíscuo, ele se tornou frágil espiritualmente. Além disto, algumas moças seduziram o marido de uma feiticeira poderosa do reino vizinho. Como vingança esta bruxa conseguiu com que uma doença invadisse a região. Esta enfermidade fez com que os cabelos das damas caíssem e suas peles ficassem enrugadas.
Enquanto isto Laura conquistou amizade, através da janela da masmorra, com um unicórnio voador. De vez em quando ela passeava na garupa dele. No dia em que a feiticeira lançou a doença, a princesa resolveu dar uma volta no animal. Então ficou horrorizada ao ver que os cabelos das mulheres caíram e que as peles delas ficaram enrugadas. Deste jeito ela comentou com o bicho:
- Estou com pena destas moças que foram atingidas por esta misteriosa enfermidade.
- Unicórnio, você que é mágico, bem que poderia ajudar estas pobres criaturas.
O animal falou:
- Na verdade, eu só me aproximo de virgens como você. Pois pessoas que praticam fornicação tem a aura suja e isto me afasta.
A garota insistiu:
- Unicórnio, por favor, ajude a salvar a beleza destas damas!
- Em troca prometo permanecer intacta para sempre e me tornar sua escrava!
O bicho se emocionou, chorou e comentou:
- Minhas lágrimas farão os cabelos destas mulheres crescerem e as peles delas voltarem ao normal.
Desta maneira Laura recolheu, em garrafas, as lágrimas do unicórnio. Depois o animal levou a princesa até o reino, onde ela passou o liquido nos rostos e cabelos das damas, que voltaram ao normal com um brilho mágico.
Após isto, o unicórnio transformou-se num príncipe que se casou com Laura. Reza a lenda que esta princesa morreu aos cem anos com os cabelos sedosos e com nenhuma ruga no rosto. Pois todas as noites o unicórnio real chorava de emoção ao se lembrar do heroísmo de sua amada.
Luciana do Rocio Mallon





Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui