Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
111 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57028 )
Cartas ( 21138)
Contos (12544)
Cordel (9893)
Crônicas (21964)
Discursos (3125)
Ensaios - (10057)
Erótico (13235)
Frases (42204)
Humor (17916)
Infantil (3636)
Infanto Juvenil (2390)
Letras de Música (5453)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137373)
Redação (2894)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4542)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda do Morcego-Borboleta(Corrigida) -- 05/07/2018 - 19:38 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda do Morcego-Borboleta
Na Idade Antiga, o vampiro mágico foi até a Tailândia para conseguir novas vítimas. Então quando a noite chegou, ele se disfarçou de homem e foi até um bordel. Lá se apaixonou por uma dama da noite fantasiada de borboleta com as seguintes peças: um vestido da cor salmão feito de tule, decote escandaloso, asas de seda e tiara de antenas brilhantes.
Desta maneira o vampiro levou a jovem até o quarto e mordeu seu pescoço. De repente, um anjo escuro apareceu:
- Você descumpriu a principal regra!
- Vampiros não podem morder meretrizes. Pois elas são consideradas de sangue ruim.
- Quando um morcego se une a uma mariposa, os dois formam uma só carne.
Mas o vampiro não deu atenção à entidade e beijou a moça. De repente, surgiu um morcego com asas alaranjadas de borboleta. Porém, naquele mesmo instante, o vampiro e a dama da noite sumiram.
Assim o anjo comentou:
- Este é o morcego-borboleta que nasceu da paixão proibida entre o vampiro e a mariposa.
Luciana do Rocio Mallon



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui