Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56713 )
Cartas ( 21128)
Contos (12517)
Cordel (9864)
Crônicas (21893)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41707)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137075)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4520)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Lenda de Rinoceronte Carcareco Que Venceu Eleições(Corrigida -- 11/09/2018 - 13:03 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lenda de Rinoceronte Cacareco Que Venceu Eleições
Reza a lenda que no século dezenove existia uma mendiga apelidada de Cacareco. Ela vivia gritando frases a favor da abolição, contra a caça aos animais e amava rinocerontes. Por isto vivia dizendo:
- Quando morrer, quero reencarnar como rinoceronte e vencer as eleições.
Numa tarde de tempestade, Carcareco pegou chuva e morreu de pneumonia.
Anos depois, em 1954, nasceu um rinoceronte do sexo feminino, no Brasil que, por coincidência, também recebeu o nome de Carcareco. O animal foi parar no zoológico do Rio de Janeiro. Este bicho era manso e crianças se aproximavam dele sem problemas. Inclusive Carcareco apareceu em algumas cenas de filmes e comerciais brasileiros, justamente, por sua docilidade e simpatia.
Em 1958, o governador de São Paulo pediu Carcareco emprestado para o governo no Rio de Janeiro com o objetivo de ser a atração principal da inauguração do Zoológico já que o animal era artista famoso. Reza a lenda que no dia do evento, choveu e quase alguns bichos escaparam. Mas o povo não deixou de visitar o rinoceronte. Inclusive o político Jânio Quadros exclamou a seguinte frase aos jornalistas:
“ – Com o cartaz que está, Carcareco seria um grande candidato...”
O jornalista Itaboraí Martins concordou com a ideia deste animal se candidatar à política e publicou artigos incentivando isto. Inclusive, dizem que é da autoria dele a seguinte frase:
“ –Antes um rinoceronte do que um asno.”
No ano seguinte, este animal recebeu muitos votos como vereador. Já que na época o voto era de papel.
Assim os fãs do bicho costuraram roupas executivas como terno e gravata para ele. Aliás, tratadores chegaram a colocar estas vestes no animal. Mas os veterinários desaconselharam esta atitude.
Por causa do carisma de Carcareco, uma fábrica de brinquedo lançou o boneco do rinoceronte.
Anos depois, em 1962, o bicho morreu e seus restos mortais estão num museu em São Paulo.
Porém vizinhos e frequentadores tanto do zoológico de São Paulo quanto do Rio de Janeiro afirmaram ver o fantasma do rinoceronte andando pela madrugada nestes locais.
Luciana do Rocio Mallon






Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui