Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56412 )
Cartas ( 21156)
Contos (12572)
Cordel (9948)
Crônicas (22079)
Discursos (3130)
Ensaios - (8870)
Erótico (13328)
Frases (42855)
Humor (18217)
Infantil (3699)
Infanto Juvenil (2512)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137703)
Redação (2905)
Roteiro de Filme ou Novela (1051)
Teses / Monologos (2384)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4608)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Sonho cor-de-prosa -- 08/03/2019 - 23:18 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Sonho cor-de-prosa

Bicicritinha bonitinha era aquela do Matusalém, o Zalém. Devia ser a única daquele tamanho, cor e forma no Brumado: aro 22, cor de rosa e, ainda por cima, de moça.

Mas quem eh que se ligava com aquela anomalia, alias ela ateh se tornava mais atraente e mais facil de ser montada. Isso nao quer dizer que as moças não se prestem à funcão. Fique aqui a advertência.

Voltando a falar em montar, quem eh que nao queria naquela bicicleta de sonho uma volta dar? E não eh que a chance me apareceu, sem ao menos pedi-la eu?

Pintou o Zalem lá na nossa rua, que era a mais plana do Brumado, mais plana e com menos pedregulho do que qualquer uma das outras seis ou sete que restavam. E os olhos da meninada todos voltados para aquele verdadeiro objeto dos desejos.

Eu devia ter meus sete anos, o Zalém ja teria passado dos doze. E assim que ele para, todo mundo em volta da máquina, uns pegam na
campainha, outros no guidon, no farol, botam aqui e ali a mãozinha, pegar não eh molestar.

E de repente, triunfal, me vejo eu trepado no selim, Zalém empurrando, olha pra frente, faz assim e não é que mesmo firmemente amparado senti o equilibrio conquistado, ia lento, mas por dentro, o coração
disparado. Ao cabo da volta ja tava eu achando ter quase aprendido, a máquina dominado, mas qual nao foi minha frustração ser logo ali acordado?
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 33 vezesFale com o autor