Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
115 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56462 )
Cartas ( 21121)
Contos (12490)
Cordel (9844)
Crônicas (21809)
Discursos (3123)
Ensaios - (9983)
Erótico (13198)
Frases (41494)
Humor (17696)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136956)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4478)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->O mar não está pra peixe -- 25/09/2005 - 18:00 (José Ronald Cavalcante Soares) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Há muita sabedoria nos ditos que atravessam os tempos, mostrando como as coisas se repetem e não existe nada de novo embaixo do sol. Os latinos cunharam a expresão: a virtude está no meio. É pura sabedoria.
Nunca devemos elogiar demasiadamente as pessoas nos discursos que fazemos, tampouco critica-las acerbamente. É melhor usarmos as frases pasteurizadas, escorregadias, untadas de malandragem, popis assim nos furtaremos de decepções amargas no futuro.
Releio alguns dos meus discursos e sinto um enorme arrependimento de os haver escrito.
Antes de escrever coisas balofas, melhor é fazer com,o minha sogra aconselhava: passas a língua no cimento. Fazer elogios a uma certa pessoa é perigoso, principalmente, se for por escrito. Vai que um belo dia a pessoa se torna espinhenta, toma atitudes fora do ortodoxo, então não tem jeito, o elogio está ali pregado, inarredável...e a vontade que a gente tem, no momento, é dar uma baita banana para o distinto.
É, dita a sabedoria que nem tanto ao mar nem tanto á terra. É melhor ficar mais ou menos como o mineirinho, em cima do muro, dando uma de Maquivael, esperando a política de resultados, sopesando o binômio de interêsse e utilidade, custo e benefício.
Olha o superavit primário e outras baboseiras que vão nos empurrando solenemente pelo cano.
Fiquemos na nossa, poupemos os elogios, pois o mar nunca esteve tão ruim para perixe como agora.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui