Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
41 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56739 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10006)
Crônicas (22136)
Discursos (3131)
Ensaios - (8937)
Erótico (13379)
Frases (43217)
Humor (18341)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2601)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137961)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2388)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4729)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->NO LUGAR DOS POLÍTICOS -- 04/08/2008 - 17:16 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
NO LUGAR DOS POLÍTICOS

Todos os políticos são mentirosos. Mesmo aqueles que parecem está dizendo a verdade. Pois a verdade de um político não é a mesma verdade do eleitor. O político tem a incrível capacidade de transformar tragédia em comédia, em arrancar risos com a desgraça alheia. Aliás, ele se alimenta da miséria alheia, feito um câncer que corrói todos os órgãos do corpo humano.
Quando se trata de moral, o político não tem nenhuma; ou melhor: tem a sua moral, que é a moral dos políticos, que é aquela onde ele acha que tudo é permitido em nome dos interesses “públicos”, ou melhor: do seu público mais estreito, íntimo, familiar que o ajuda a agir em nome do interesse “público”.
Acho que se acabasse com os políticos, acabariam também com a metade dos males da humanidade. Os políticos não só incentivam o roubo, pois se eles roubam porque eu também não posso roubar?, como também a impunidade, já que roubam a torto e a direito e nunca vão presos por isso. Aliás, os políticos sabem roubar como ninguém. Poucos são pegos com a boca na botija. Por isso eu proponho o fim dos políticos. No lugar deles, dever-se-ia colocar os cidadãos mais ilustres de um povo: os imortais.



LEIA TAMBÉM:
HORA MARCADA
FOI INESQUECÍVEL
MUDANDO DE NEGÓCIO
ANTES DO CAFEZINHO
GAROTINHO ESPERTO
ATRAVÉS DO ESPELHO
O POETA ESTÉRIL
SEI FALAR DE AMOR
EU PRECISO TE DEIXAR
O POETA SEM LIMITES
ESSAS MULHERES
DEFINIÇÃO DE MULHER
LEMBRANÇAS DE UM AMOR
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui