Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
115 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56699 )
Cartas ( 21128)
Contos (12515)
Cordel (9863)
Crônicas (21885)
Discursos (3121)
Ensaios - (9999)
Erótico (13200)
Frases (41685)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137070)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Infanto_Juvenil-->O sapo no buraco -- 19/04/2006 - 22:23 (maria da graça almeida) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O sapo no buraco
maria da graça almeida

A Abelha vê o Sapo
no buraco e fala alto:
-Sapo, saia do buraco,
o buraco é muito escuro.
Aqui fora eu lhe juro
há um céu pra você ver.

O Sapo olha para cima
e responde com estima:
- Estou bem neste buraco
e ainda que apertado
é aqui que eu sou feliz!

Chega leve o Beija -flor
e insiste com vigor:
-Sapo, saia do buraco,
hoje é um sapo maduro,
e aqui fora eu lhe juro
há uma flor pra você ver.


O Sapo olha para o lado
e resmunga obstinado:
- Eu não saio do buraco
e ainda que apertado
é aqui que eu sou feliz!

Vem ligeiro o Tubarão
e lhe diz com emoção:
-Sapo, saia do buraco,
o buraco tem chão duro
e aqui fora eu lhe juro
há o mar pra você ver.

Diz o Sapo então cansado,
rouco e desanimado:
- Continuo no buraco
e ainda que apertado
é aqui que eu sou feliz!

Enfim, pousa a Coruja:
- Por que tanta insistência?
Cada qual sabe de si...
Fique, ó Sapo, no buraco,
o céu não sai do lugar.
Flores há todos os dias...
O mar pode esperar!
Seja lá onde estiver,
viva como bem quiser!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui