Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56399 )
Cartas ( 21119)
Contos (12482)
Cordel (9833)
Crônicas (21793)
Discursos (3122)
Ensaios - (9978)
Erótico (13197)
Frases (41439)
Humor (17685)
Infantil (3603)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5445)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136912)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4473)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A fantasma Юлияa Баm -- 14/02/2010 - 13:51 (Ricardo Marques) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Fantasma Юлияa Бахтrина !



Esta vida é mesmo cheia de graça, e só me faltava mais esta: apaixonei-me por uma fantasma, isso mesmo !

Agora nada mais falta para acontecer comigo, uma fantasma sim !

Ela é a fantasma do frio, da neve e também da distância, e olha que eu nunca acreditei em distâncias......, pensava que não existissem.

Seu coração enrijecido, pulsa bombeando desgelo para o corpo pálido de cera e carente de amor, sendo a solidão a sua eterna e única companheira.

Diz ter um nome, por sinal lindo de viver, e até um sobrenome me enviou, mas não sei ser real, porque nunca lidei com fantasma e na vida sempre tem a primeira vez, porém ando cambaleando com esta nova experiência de vida, porque eu ainda não sou um fantasma.

Até o seu rosto é diferente, ele é triste e parece não ser também real, aliás rosto de fantasma não pode ser real.

Esta fantasma lá do outro lado do meu mundo, é camarada, escreve muito bem, tem um olhos profundos e penetrantes, fala algumas línguas que eu não entendo, deve ser o idioma das fantasmas do frio.

O seu sorriso, meu Deus, é um sorriso pequeno, um sorriso congelado, será que os fantasmas não sabem sorrir ? Ou será um sorriso sem riso ?!

Esta fantasma joga, por sinal muito bem, apostando sempre num possível blefe meu, porém no meu coração amador pulsa sangue quente, pulsa à 40ºC, e anda meio assustado com ela.

Não posso negar, ela é uma bela fantasma, e até sonhei acordando agarrado nela; amor já fizemos em diversos lugares, ela acha que sou um leão, cheguei a sentir o seu cheiro de musk, que ficou entranhado em mim por diversos dias, até os meus amigos sentiram este perfume em minhas roupas, mas era da fantasma do frio.

Um dia desses, ela me escreveu dizendo adorar a cor lilás, será que é a cor preferida das fantasmas ?

Voltando a sua língua mãe, ela é tão estranha que vocês não vão acreditar, ligou para mim um dia desses e fiquei muuuiiittttooooo assustado, imaginem eu falando com uma fantasma, mesmo sendo camarada, enfim não entendi nada e pouco falei, mas mesmo a 20.000 quilômetros de distância senti sua temperatura fria de neve.

Disse gostar de rosas, será que é a flor preferida das fantasmas? Até me enviou algumas rosas brancas, inodoras, insípidas, e que derretem ao toque de nossas mãos.

Mas na verdade esta fantasma, conseguiu congelar um pedacinho de meu coração, que insiste, de teimoso que é, em permanecer assim, e eu que sempre pensei ser fantasmas coisas de livros, dancei sem a “minha”....!!!

Rimarquesz

(aconteceu comigo - ela é assim, apenas uma ficção!)
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui