Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
88 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55325 )
Cartas ( 21071)
Contos (12178)
Cordel (9606)
Crônicas (21334)
Discursos (3113)
Ensaios - (9921)
Erótico (13145)
Frases (40234)
Humor (17570)
Infantil (3576)
Infanto Juvenil (2311)
Letras de Música (5419)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135948)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4238)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Despedida -- 01/11/2005 - 11:43 (sandrime sérgio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A vida às vezes nos prega peças. Não estava preparada para envolver com ninguém. Pensei jamais fosse ser capaz de de me dar inteiramente para alguém.Quer você acredite ou não , estou encantada com você mais que gostaria. Não raro me pego pensando em algumas coisas que você disse, em momentos que vivemos. Sinto-me feliz por ter podido viver isto com você.
Gostaria de dividir com você o maior tempo ´possível daquele que ainda nos resta.Queria sentir seus lábios como se fossem a fonte de energia que gera o brilho dos meus olhos.Quero lembrar estes momentos com a mesma emoção que eles foram vividos, e pintá-los na tela de minha imaginação para se perpetuarem tal qual os quadros famosos, porém exposto em minha galeria particular.
Sei que está prestes a ir embora, sei que vou sentir muito, mas já me preparei, pois apesar de tudo que temos vivido desde o princípio sempre soube da efemeridade deste encontro e da impossibilidade...
Acredito que pra você eu tenha sido mais uma, que eu represente um número em suas estastísticas, isto não me incomoda.Já me habituei a perdas. Elas não me assustam mais, é certo que muitas vezes deixam o sabor amargo do nunca, porém deixam também o doce sabor das lembranças e isto eu consigo temperar.
Quanto a mim, tenho a dizer que foi muito bom, que você é especial, que entrou para minha história pela porta da frente e com certeza estabeleceu uma divisória entre o prazer e eu.Seja feliz e lembre-se de algumas coisas que eu disse a você>:Jamais faça aos outros o que não gostaria que fizessem a você.Não use as pessoas elas não são objetos. Cuidado com as jóias que brilham muito pois elas podem se revelar bijouterias. Seja você mesmo, assuma sempre seus atos e atitudes mesmo que seja o fato de não querer falar ao telefone, são nos pequenos gestos que as pessoas revelam seus grandes defeitos ou qualidades.Obrigada por você, mesmo por pouco tempo , ter me feito muito, muito feliz.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 9Exibido 1085 vezesFale com o autor