Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56816 )
Cartas ( 21161)
Contos (12583)
Cordel (10010)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8952)
Erótico (13387)
Frases (43332)
Humor (18382)
Infantil (3752)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138019)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4764)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Teses_Monologos-->A CRIANÇA QUE MANCA (CLAUDICAÇÃO) - INFORME TÉCNICO -- 26/10/2004 - 21:19 (Márcio Filgueiras de Amorim) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
INFORME TÉCNICO: A CRIANÇA QUE MANCA
Data: 21/10/2004
Curso de Fisioterapia do Unileste MG
Matéria: Fundamentos de Pediatria
Professor Orientador: Márcio Filgueiras de Amorim
Discente: Rubiana A. Dias Ventura

A criança que manca – claudicação:
Marcha anormal, freqüentemente unilateral, causada por dor, fraqueza muscular ou defeitos estruturais. Na criança pequena, o equivalente à claudicação pode ser a recusa em andar ou ficar em pé e pedir para ser carregada.
História:
1. Idade – a) de 1-3 anos: luxação congênita do quadril; discrepância importante no comprimento das pernas; b) pré-escolar: sinovite transitória; c) escolar: doença de Perthes; d) adolescente: deslizamento da epífise proximal do fêmur, problemas relacionados com a patela, rótula, osteossarcoma.
2. Traumatismo – a) não responsabilizá-lo por todos os problemas; b) traumatismo moderado pode produzir fratura quando incide em cisto ou tumor.
3. Claudicação pela manhã, artrite reumatóide juvenil, no fim do dia, após fadiga, fraqueza muscular, constante? Tumor? Continua ou intermitente? Após atividade vigorosa? Suspeitar de fratura de estresse.
4. Associada com dor, tipo e localização – a) dor proveniente da região lombar é transmitida para as nádegas e para o lado das coxas; b) dor do quadril propaga para a virilha e face interna das coxas; c) dor da parte média do quadril é referida no joelho; d) dor constante: pesquisar infecção e tumor; e) dor ligada à movimentação articular; f) desmineralização do osso provoca dores generalizadas; g) dor nas extremidades inferiores e claudicação podem ser os primeiros sinais de doenças sistêmicas ( leucemia, doença de Gaucher).
5. Associada com febre e calafrios – sugere infecção.
Exame físico:
1. Observar a marcha: andar varias vezes de um lugar para o outro, que ande na ponta dos dedos dos pés ou nos calcanhares, suba escadas, corra.
2. Exame das articulações: limitação dos movimentos, rigidez, medir comprimento das pernas.
3. Observar coluna: deformidade, assimetria da pélvis, placas pilosa, curvar para a frente e para os lados.
4. Pélvis: verificar desnivelamento.
5. Patelas: localização, dor à compressão.
6. Exame neurológico: testar reflexos, força muscular, sensibilidade.
Exames subsidiários:
Solicitar de acordo com o caso:
Radiografia, Cintilografia, Ultra-sonografia, Tomografia, Ressonância.


Referencias Bibliográficas:
* MURAHOVSCHI, Jaime. Pediatria - Diagnóstico + Tratamento. 6.ed: .Sarvier.p.609.
* KLIEGMAN, Robert M; BEHRMAN, Richard E. Princípios de Pediatria.3.ed.Rio de Janeiro: Guanabara, 1998.p.620.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui