Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
31 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56823 )
Cartas ( 21161)
Contos (12583)
Cordel (10010)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8953)
Erótico (13387)
Frases (43338)
Humor (18382)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138023)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4764)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Teses_Monologos-->FIBROMIALGIA - INFORME TÉCNICO -- 26/10/2004 - 21:21 (Márcio Filgueiras de Amorim) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
INFORME TÉCNICO: FIBROMIALGIA
Curso de Fisioterapia do Unileste-MG
Disciplina: Fundamentos de Pediatria
Professor Orientador: Márcio Figueiras de Amorim
Discente: Mauro Ribeiro Artuzo

Também denominada “fibrosite”, a Fibromialgia é uma síndrome de amplificação da dor – grupo de alterações do sistema musculoesquelético caracterizada por dor sem causa orgânica associada ou com sintomatologia desproporcional aos achados de exame físico – com múltiplos pontos dolorosos.
É uma doença crônica, não inflamatória, caracterizada por dor difusa em estruturas periarticulares (músculos, ligamentos e tendões) e fadiga. A dor é referida em pontos localizados, simétricos e previsíveis (pontos dolorosos). Ocorre em adultos e na infância e vem aumentando à medida que essa entidade se torna mais conhecida, é mais freqüente em crianças do sexo feminino, entre 9 e 15 anos (média: 13 anos).
No exame físico não se observa artrite, apesar de queixas subjetivas de edema articular. Com exceção dos pontos dolorosos, os exames laboratoriais e físico são normais.
Os fatores de piora da Fibromialgia são – frio, umidade, excesso ou falta de exercícios, estresse e ansiedade. Porém existem outros distúrbios associados:
● Distúrbio do sono e sono não reparador (fadiga matutina).
Outros (mais de 80%):
- fadiga (cansaço);
- rigidez matutina;
- cefaléia;
- piora com a variação da temperatura;
- outros menos freqüentes.
● Depressão.
● Ansiedade.
● Colón irritável.
● Dismenorréia.
● Parestesias.
● Fenômeno de Raynaud.
Os fatores de melhora são – massagem ou relaxamento, calor local, banhos quentes, exercícios de alongamento e aeróbicos, recreação e repouso.


Para estabelecer o diagnóstico, é necessária a presença de dores generalizadas e a existência de pontos dolorosos, que são estáveis e tendem a aumentar com a evolução. Os pontos dolorosos específicos são 18 e o critério de diagnóstico exige pelo menos 11, mas não se admite na criança menos de 11. Os indivíduos normais têm dores em até quatro pontos.

Pontos dolorosos na Fibromialgia

O tratamento é suportivo, com uso de analgésico comum ou antiinflamatório não
esteróide; apoio emocional e psicológico; exercício moderado; acunpultura; massagem; calor local; estratégias de auto-ajuda; alguns casos necessitam de medicamentos para controle do sono; apoiar, encorajar e insistir no prognóstico bom a longo prazo.
Os indivíduos com Fibromialgia, após o tratamento, apresentam uma evolução satisfatória com melhora contínua. Ocorrem fases de remissão e recaída. Nas fases de recaída, controlar os sintomas com antiinflamatórios (não-corticóide) mais analgésicos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
- MURAHOVSCHI, Jaime. Pediatria - Diagnóstico + Tratamento. Editora Sarvier. 6ª ed., outubro de 2003. p. 646.
- LEÃO; VIANA; CORRÊA; MOTA. Pediatria Ambulatorial. Editora Coopmed. 3ª ed., 1998. p. 812.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui