Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
61 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54786 )
Cartas ( 21052)
Contos (12083)
Cordel (9480)
Crônicas (21040)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135496)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->AH! SE EU PUDESSE! -- 12/12/2008 - 18:56 (Ana Zélia da Silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131420485840867100

AH! SE EU PUDESSE!
Ana Zélia

Ah! Se eu pudesse te dizer algo, diria duas palavras apenas.
AMO VOCÊ! Seria a primeira, a segunda seria um pedido:
Queira-me um pouquinho dentro do que eu chamo carinho.
Queira-me um pouquinho quando lhe sobrar um tempinho.

Deixe-me divagar: Ah! Se pudesse te dizer algo diria num instante:
Me leve pra longe daqui. Boca do Jacaré, até pro fim do mundo...
Me leve pra ver o céu, em noite de luar, ver o rio repleto de mureru, ver as matas,

as árvores gigantescas que imploram: Deixem-me viver, permanecer altaneira, sirvo de sombra, abrigo aos viajantes,

escalada aos passarinhos, marco aos namorados que à minha sombra sonham com o futuro, vivem o presente e relembram o passado.

Me leve pra sentir junto a ti o ar puro das florestas virgens, o gorjear dos pássaros.
Ah! Se eu pudesse fazer correria aos teus braços, me enlaçava a eles como o apuí nos troncos,

ficaria quietinha sentindo o pulsar do teu coração junto a mim.

Beijaria você todinho, do dedo mindinho ao mais altinho, ia subindo, subindo, te fazendo carinho, cada pedacinho teu era meu, só meu.
Colaria meus lábios nos teus até me tornar tua e tu só meu.

Ah! Se eu pudesse entrar nos teus sonhos, pensamentos, fazer como o Rei Midas.
Tornaria-me ouro a ti.

Ah! Se eu pudesse faria o telefone parar de tocar, desligaria o celular para te ouvir dizer: com sua voz meiga.

“Alô!... é um acalanto tua voz, me dirias: Meu lindo!

Ah! Se eu pudesse não duvidarias da grandeza do amor que sinto por ti. Mas sempre indagas: _Verdade querida!
Sei que se tornou hábito a pergunta.

Te amo como o beija-flor à flor, a pombinha ao pombo, te amo, te amo...

Ah! Se eu pudesse te diria uma só palavrinha:
Me leve pra junto de ti, me ame, me torne rainha.
Pois junto a ti esqueço quem sou e me sinto Divina.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Ana Zélia (20.07.1990)

Sou e continuo sendo eminentemente romântica, amo tudo que Deus fez, sua obra prima que é o homem, este ser tão sensível ou tão mal.
Amo é a forma concreta de dizer ao mundo que estou viva, mesmo que platonicamente amando. Meu amado pode ser o vento que sopra

e acaricia meu rosto, cabelo. Amo o mundo e sou feliz por isto. Amo você. Ana Zélia
 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 25Exibido 762 vezesFale com o autor