Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
105 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55236 )
Cartas ( 21066)
Contos (12158)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3112)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40130)
Humor (17565)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135866)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->COMO? -- 07/02/2010 - 15:03 (Ana Zélia da Silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131420485759188300
C O M O?
Ana Zélia

Como posso odiar o mundo se amo você.
Como odiar as pessoas se entre elas está você.
Como posso ser má se meu coração está dividido entre mim e você.
Como virar os olhos à flor se cada uma delas lembra você;

Como não querer ver o MAR se nele vejo você.
Como odiar as estrelas por seu brilho tão alto, se olho às alturas e te vejo no topo?

Como odiar os homens, se é o mais maravilhoso deles.
Como deixar de chorar se minhas lágrimas são de saudades do homem amado. Você!
Da vontade de star contigo, do desejo de ser MULHER só pra ti.
Como não querer ser um pássaro se eles podem te seguir e eu não.
Como não invejar as árvores quando as olhas.

Ah! Se eu pudesse ser um vagalume, para num instante destes quando cansado pelas horas de trabalho, eu brilhasse ao teu lado e você num ímpeto tentasse apagar aquele fogo ardente.

Ah! Se eu pudesse ser um beija-flor, sairia de flor em flor à tua procura e quando encontrasse te beijaria até morrer.
Ah! Eu também queria ser um anum, se posso ser um, bem-te-vi que canta alegre quando a chuva passa, posso entoar um piado triste quando tudo for passado.
Se eu pudesse só queria mesmo uma coisa. Te mar, amar muito, um amor recompensado por um instante apenas.
Quando juntos pudesses ser meu eu tua, sozinhos, juntinhos, dois num só, quando você me virasse dos pés à cabeça, quando eu pudesse beijar uma parte do teu corpo que me deixa louca.
Porque é o homem mais importante da minha vida.
Morro de saudades sabendo que estás trabalhando e eu aqui nesta máquina em ti pensando, querendo, desejando você.
Quando?
Amanhã?
Depois de amanhã?
Quando?
Não me deixe mais muito tempo sem você. Por favor!
Amo-te.
Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Manaus, 10.02.1992 (são 21 horas)
Nota da autora- eminentemente romântica, apaixonada, viu a vida passar como as nuvens no céu, os deuses se foram ao Olimpo e de lá não volvem os olhos aos mortais. Mulheres, aproveitem, o importante são os segundos vividos, sentidos, de amor porque horas depois podem não mais existir. Manaus, 07.02.2010 (Ana Zélia)













Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 23Exibido 629 vezesFale com o autor