Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
113 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56462 )
Cartas ( 21121)
Contos (12490)
Cordel (9844)
Crônicas (21809)
Discursos (3123)
Ensaios - (9983)
Erótico (13198)
Frases (41494)
Humor (17696)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136956)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4478)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->Medo de morrer -- 05/09/2008 - 18:39 (José Ronald Cavalcante Soares) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Tinha enorme pavor de morrer. Talvez se devesse o medo excessivo ao seu estado mórbido desde a infância: prematuro, criado nos primeiros meses numa incubadoura, acostumou-se ao ir e vir dos hospitais, levado pela mãe sempre aflita, com receio de perder o filho único, cheio de complicações: pulmonares, hepáticas, cardíacas.enfim, o que se pode imaginar de doença, era com ele mesmo.
Então, vivia em sobressaltos: se o carro tombar, se o avião cair, se o teto desabar sobre minha cabeça, se aquele homem que vem vindo for um assaltante frio, saguinário, se eu morrer dormindo, se eu tiver uma infecção hospitalar, se eu estiver com AIDS, se eu pegar uma doença sexualmente transmitida, se faltar o meu fôlego com espasmo de glote por for;a de alergia, se parar de respirar, se o meu coração parar de bater, se eu levar uma pancada na cabeça e tiver uma morte cerebral...
Era um pavor generalizado, uma paura daquelas terríveis.
Quando a noite caía, ficava se embalando numa cadeira, pensando na morte, com um temor enorme de sofrer um enfarte do miocárdio em pleno sono, mas terminava vencido pelo sono, roncando, boca aberta, ressecando a garganta, terminando por se engasgar e acordar no meio da noite, suado, aflito, mas, ainda assim, vivinho da silva.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui