Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
125 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56608 )
Cartas ( 21127)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21849)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41605)
Humor (17731)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137016)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4496)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Em nome da FÉ? -- 09/01/2015 - 22:55 (paulino vergetti neto) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Em nome da FÉ?
Não é possível que, em nome da fé, as pessoas saiam mundo afora, ceivando vidas, destruindo sociedades, criando Teocracias violentas e absolutamente separadas do resto do mundo, como se vivessem ainda na Idade da Pedra e matar lhes trouxessem um prazer imenso.
Agora foi a vez dos franceses sofrerem com esse terrível atentado à vida de jornalistas e policiais, que em nome da liberdade, exerciam suas funções, de forma pacífica, uns tecendo suas artes, outros, em nome do Estado Francês, defendendo a sociedade. Mais uma vez um atentado cometido por muçulmanos radicais, descomprometidos com o verdadeiro Islamismo, cometem crimes violentos, imperdoáveis, quando deveriam tentar ganhar suas batalhas com a força de seus discursos limpos, mansos, pacíficos.
Desde meus tempos de Seminarista (Colégio Salesiano Padre Rinaldi) que ouvia meus superiores dizer que o Profeta Maomé tinha um grande respeito por Nossa Senhora. Pois bem, esse é mais um motivo importante para Mulçumanos e Cristãos viverem em harmonia, cada um defendendo seu Deus, segundo seus rituais próprios, sem haver necessidade de confrontos armados, desavenças, crimes. Mas não é comum presenciar-se a paz no mundo islâmico, quase sempre envolvido em pequenos médios e grandes conflitos, deixando prosperar entre os povos, principalmente da América do Norte e Europa, um sentimento de antipatia ao povos muçulmanos, o que é muito ruim para todos os outros povos do mundo.
O mundo necessita é de paz, muita paz, união, uma grande luta coletiva para se combater a fome e a peste nas arestas do Planeta Terra. Isso, sim, merece ser alimentado por pessoas de todos os credos, sem distinção de cor ou de raça. Pessoas que estejam comprometidas com o lado bom da vida, da Fraternidade, comungando com os verdadeiros valores que enaltecem o ser humano. A guerra é o opróbio das realizações humanas. É a face horrenda da vida.
Há de fazer-se um grande mutirão para se tentar erradicar do seio das sociedades civilizadas, esses terroristas que, em nome de Deus, matam e mutilam, como se o ser humano fosse uma coisa imprestável, e não, a imagem e semelhança de Deus. O Papa Francisco deu um grande passo no sentido da união da religiões. Visitou a área mais conflituosa do Oriente Médio, em busca da paz entre os povos, passeou ladeado por Judeus, Mulçumanos e Cristãos. Plantou sua semente de amor e de fé em uma vida sem violência e com mais Deus no cotidiano dos homens.
Eu senti a necessidade de registrar um lamento silencioso, buscador de paz, com este artigo simples, porém, com a intenção de deixar claro que o Islamismo não pode nem é nem será, jamais, representado por esses terroristas que parecem sentir a necessidade premente de desestabilizar os povos, causando o caos e assim, criar “Teocracias sem Deus.” O deus que eles defendem, é o que condenamos. Nosso Deus é o mesmo do Islamismo puro, do Judaísmo, etc.
Vou torcer para que o mundo controle essa situação horrível de insegurança, quando esses grupos extremistas se infiltrando nas sociedades Ocidentais, ceifam vidas em nome de um deus que nunca sequer existiu. É mais do que preciso que se prendam todos e que não os permitam mais seus retornos à sociedade, porque oferecem um grande risco de morte para qualquer um de nós. Deus é amor, paz, mansuetude de vida, fraternidade, luz!
Rogo a Deus Misericórdia sobre a nação francesa, protegendo seu povo e livrando o resto da humanidade desses fanáticos que saem por aí desfazendo o que nosso verdadeiro Deus fez, que foi a vida. Paz à França e aos franceses.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 19Exibido 79 vezesFale com o autor