Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56920 )
Cartas ( 21134)
Contos (12535)
Cordel (9883)
Crônicas (21940)
Discursos (3125)
Ensaios - (10032)
Erótico (13216)
Frases (41984)
Humor (17836)
Infantil (3614)
Infanto Juvenil (2349)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137255)
Redação (2893)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4538)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->EFEMERIDADE -- 15/03/2016 - 14:57 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:145848988977438000











EFEMERIDADE




 




As lindíssimas flores "dama-da-noite” embelezaram e perfumaram, de forma deslumbrante, a varanda do jardim durante toda a noite.




 




Hoje, após o amanhecer, todas estavam murchas, dependuradas nas compridas folhas das hastes da planta que lhes deu vida.




 




Mesmo convivendo com a relatividade do tempo, podemos deixar marcas do que temos de belo nas lembranças dos que nos amam, ou nos admiram, como o espetáculo da floração da “dama-da-noite”.




 




Muitas pessoas não gostam de vê-las sem vida (como ocorre no dia seguinte), retirando-as  logo dos galhos onde reinavam lindas e frágeis.




 




Somos efêmeros como elas...




 




Nós não sabemos, porém, por quanto tempo podemos demonstrar o que temos de bom no nosso interior e encantar... Só Deus sabe.




 




Empreguemos o nosso tempo emitindo o reflexo do que somos de belos, mesmo com a nossa fragilidade.




 




                                                                         Dalva da Trindade S. Oliveira




                                                                                     (Dalva Trindade)




                                                                                         15.03.2016


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 108 vezesFale com o autor