Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55315 )
Cartas ( 21071)
Contos (12176)
Cordel (9605)
Crônicas (21332)
Discursos (3113)
Ensaios - (9920)
Erótico (13145)
Frases (40224)
Humor (17570)
Infantil (3576)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5418)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135942)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4238)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->GRAN CIRCO NATALINO -- 14/11/2016 - 23:52 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:150299123240127300

 

 

GRAN CIRCO NATALINO

Natalino?!

Natal não é em Dezembro?!

Sim, mas vejamos...

Da mesma forma que há um calendário litúrgico para celebrar as solenidades e festas religiosas,  no comércio há uma programação de incentivo às compras nos períodos de festejos diversos; assim como existem e celebramos as quatro estações do ano, e tudo pode ser associado à época das comemorações do Natal.

Quatro semanas antes do Natal começa o Advento – que é a festividade alegre da espera do Verbo que se fez carne entre nós, Jesus, observado o calendário do Cristianismo Católico Romano.

O Comércio, antevendo esse período de festas, no qual as pessoas costumam fazer troca de presentes, às vezes nem se lembra de Jesus, o Verbo Encarnado, mas assume o colorido do lendário Papai Noel... E o bom velhinho é o maior chamariz para a decoração natalina, com as cores alegres e estimulantes que viraram tradição da época: verde, vermelho, dourado, branco e prata.

Para que haja bom retorno com as vendas, a espera e decoração dos centros comerciais e ruas inicia-se antes do tempo do Advento religioso.

Observadas as Quatro Estações, a natureza também nos convida a fazer, a partir de meados de novembro, uma celebração das cores que, até o Dia do Natal, estão vivendo a transição primavera-verão (no Brasil) e outono-inverno (na Europa). Há coerência na efusão de cores das flores da natureza, do colorido da primavera, o dourado do sol na primavera-verão; apresentando-se então, nos países onde ocorrem as nevascas do período outono-inverno, a cor prata e o branco despertando-nos para a beleza das nuvens cinzentas e para o branco da neve.

Nesse período que antecede o Natal, o que representa no catolicismo esse Advento é a Oração. Ela é realizada durante as quatro semanas nas residências por Grupos de Famílias e, também, nas Igrejas. O Presépio, sem a figura central do Menino Jesus, que só é colocado na manjedoura no Dia de Natal é o símbolo maior da Sagrada Família, esperando o nascimento do Verbo prometido.

No GRAN CIRCO, armado em um Centro Comercial, as cores e a decoração  muito bonitas, despertam  a atenção de crianças e adultos que fotografam, fazem fila para a “oficina de circo” oferecida, movimentando a Praça. O apelo é trazido pelo circo para que seja admirada a decoração natalina, alegrando a todos com os belos arranjos coloridos expostos: os palhaços, as bailarinas, os equilibristas nos balanços, as vendedoras de guloseimas, o carrinho de pipoca, representações de bonecos e flocos de neve, árvores de Natal e diversos Papai Noel.

A grande diferença da Espera do Comércio pelo Natal é visível na movimentação das famílias em compras nas Lojas ao redor da Praça e no nome que denomina o ‘Gran Circo’: Noel.

 

Dalva da Trindade de S. Oliveira

       (Dalva Trindade)

            14.11.2016

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 62 vezesFale com o autor