Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54601 )
Cartas ( 21043)
Contos (12053)
Cordel (9422)
Crônicas (20970)
Discursos (3102)
Ensaios - (9880)
Erótico (13102)
Frases (39648)
Humor (17532)
Infantil (3554)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5408)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135308)
Redação (2862)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1912)
Textos Religiosos/Sermões (4143)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O Porquê os Preconceituosos Pegam no Pé da Pessoa Que -- 15/03/2017 - 20:03 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Porquê os Preconceituosos Pegam no Pé da Pessoa Que é Diferente, Mesmo Que Ela Consiga Algo na Vida
Nos últimos dias recebi algumas perguntas interessantes, na minha caixa de mensagens, que responderei aqui:
- Tia Lu, por que quando uma pessoa considerada diferente vence na vida, a maioria continua pegando no seu pé?
- Por que há criaturas que quando ficam brabas com alguém, logo criticam os defeitos físicos, ou, morais do outro?
Quando estamos na escola, sempre tem uma panelinha engraçadinha que faz bullying com quem é considerado fora do padrão que a sociedade exige. O problema é que a criança não nasce aprendendo a odiar. Porém aprende o preconceito com a família. A sociedade leva a crer na mentira de que a pessoa portadora de necessidades especiais, obesidade, ou, diferenciada sexualmente não deve vencer na vida. Este é um dos motivos inconsciente do bullying: medo do que o diferente vença na vida e se destaque mais do que os outros considerados normais.
Quando preconceituosos discutem com pessoas, consideradas fora dos padrões, eles acabando humilhando estes outros seres humanos jogando a suposta diferença na cara deles. Por exemplo, se a briga é com uma senhora obesa, logo o preconceituoso grita:
- Sua gorda!
Isto é uma grosseria e uma ignorância, pois critica o problema físico da pessoa para humilha-la.
Tenho Síndrome de Asperger, um tipo de autismo leve, fato que vários parentes e conhecidos desconfiaram antes mesmo de eu descobrir isto. Em 1993, uma época que não havia cotas e nem sequer eu sabia que era deficiente, fiz vestibular e passei na UFPR. Logo alguns parentes e conhecidos fizeram as seguintes críticas desagradáveis:
- Você passou numa faculdade federal?
- O que você fez?
- Você praticou macumba e feitiçaria para passar numa faculdade pública?
- Como você passou numa faculdade federal, se você é retardada?
Através deste texto é fácil constatar que na verdade, o que está por trás do bullying é o preconceito e o medo. Pois, para alguém extremamente conservador, a vitória de alguém fora dos padrões da sociedade, soa como uma ofensa mortal.
Hoje em 2017, há uma batalha dos humanos mais conscientes contra o preconceito e o bullying. Porém ainda há muitos estereótipos a serem derrubados.
Luciana do Rocio Mallon


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui