Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56608 )
Cartas ( 21127)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21850)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41606)
Humor (17732)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2329)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137008)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4497)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Pedro Arthur -- 14/07/2009 - 11:29 (maria da graça almeida) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Pedro Arthur
maria da graça almeida

Chegou feito o poema que desabrocha anterior ao amanhecer;
tal qual o ansioso presente que se entrega mesmo antes do Natal.
Despontou com a pressa dos anjos que aparecem sem reservas, sem medo.

Certas urgências ou pendências não nos permitem atrasar,
havemos de logo experimentar novas fontes de sentimentos
e de usufruir o calor dos braços que embalarão nossos sonhos
e nos apontarão os caminhos para a realização.

Ao desfrutar o halo de ternura, constataremos com gratidão
as reposições que a vida, sabiamente, incumbe-se de fazer.
Mergulhados num elo de afeto conferiremos com emoção
a renovação do homem pelo homem, através
da mais sublime forma de construção: o amor.

Seja bem-vindo, saiba-se bem-vindo,
sinta-se bem-vindo!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui