Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
35 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13378)
Frases (43199)
Humor (18335)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137948)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->NAJA 2 -- 15/07/2009 - 11:51 (Professor Marcelo Guido Noronha) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Fico assustada com seu poema, seu desabafo, sua despedida. Passo por situação semelhante por toda a minha vida, mas essa solução que quer encontrar não resolve nada. Pensei ser fraca, mas meu amigo, esqueça essas tolices. Ninguém merece nada disso. Faça como eu, que até dá certo, a gente se expõe um pouco, mas ao colocar no papel suas mágoas, desesperos, é como se muito sujo, tomasse um banho com água límpida e clara, e conseguimos forças para continuar. Não se importe se algum amigo fugir de vôcê, não era tão amigo assim. Só me faça o favor, escreva, escreva muito e tente sim outra mulher, por que não? Como pode saber se não será feliz se nao tentar. Escreva, sempre venho te ler, ou vou ver que vai mudar, sair desse fundo de poço e vai voltar a ver a beleza da vida, ainda que com coração sofrido, o que fala é pura loucura. voltarei. Naja

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui