Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
94 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55233 )
Cartas ( 21066)
Contos (12158)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3112)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40130)
Humor (17564)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135864)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Pessoas Indiscretas São Borboletas Escandalosas(Corrigida) -- 20/03/2017 - 19:22 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Pessoas Indiscretas São Borboletas Escandalosas
Seres humanos indiscretos são borboletas escandalosas agindo como mariposas e por isto pousam na luz dos outros. Geralmente, estas pessoas exibicionistas não se colocam no lugar do próximo e adoram aparecer nem que seja através da inibição de outra criatura em público.
A primeira vez que me deparei com um ser indiscreto, na vida, foi quando eu tinha cinco anos de idade e estava usando uma calça jeans apertada. De repente, na rua, uma mulher apontou para mim e gritou:
- A borboleta vai fugir!
Rapidamente, eu olhei para os lados para ver onde estava a tal criatura colorida e voadora. Porém minha mãe explicou:
- O zíper abriu sem querer!
- Vamos fecha-lo!
Logo, entendi o que era a tal borboleta.
No mesmo ano, no jardim-de-infância, eu senti uma dor de barriga horrível após o recreio. Então perguntei diversas vezes se poderia ir ao banheiro, mas a professora me deu a resposta “não” em todas as minhas tentativas. Como um raio, percebi que não aguentaria me segurar e, mesmo sem permissão, sai correndo pelo corredor até o banheiro. Mas acabei fazendo as necessidades nas calças. Assim procurei papel higiênico para me limpar e não encontrei. Porém avistei um saco de chão velho, me limpei e comecei a chorar. De repente entrou a moça da limpeza que percebendo a minha situação, levou minha calça do uniforme para lavar e me entregou outra peça limpa emprestada. Deste jeito a professora entrou no banheiro e a funcionária explicou tudo.
No dia seguinte a secretária, abriu a sala de aula e falou alto:
- Aqui está o uniforme lavado da menina que fez “cacaga” nas calças!
Desta maneira a sala inteira percebeu de que se tratava da minha pessoa e as crianças exclamaram:
- Cagona!
- Cagona!
Com certeza, a secretária foi muito indiscreta, pois ela poderia ter chamado a professora, no canto, para me entregar a peça.
Porém, nem todos os indiscretos que passaram pela vida me fizeram mal. Eu tive meu primeiro namorado graças à indiscrição dele. Pois o moço fez uma declaração, para mim, em público gritando:
- Agora, você é a minha namorada!
Então, com medo de bancar a bruxa má diante das pessoas, eu aceitei e foi a melhor decisão que tive em minha vida.
Tenho uma dica infalível para jogar o indiscreto a seu favor. Pois quando você desejar que uma notícia se espalhe e não conseguir “likes”, em redes sociais, para o que deseja anunciar, basta contar a novidade para uma criatura indiscreta e recomendar:
- Não fale para ninguém porque isto é segredo.
Assim no mesmo dia, sua notícia estará na boca do mundo.
Por isto nunca se esqueça de que seres humanos indiscretos são borboletas escandalosas agindo como mariposas e por isto pousam na luz dos outros com intenção de apagar o próximo. Afinal eles não têm empatia e por isto não se colocam no lugar do outro. Por isto não permita que uma mariposa destas pouse no seu foco.
Luciana do Rocio Mallon


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui