Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
92 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55060 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9568)
Crônicas (21229)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39988)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135730)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->TOCADOR DE FLAUTA -- 14/05/2017 - 09:03 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Canalizemos nossas energias para outras fontes. Passemos esta ponte: barbeiro não ganha a vida tocando rabeca — acrescentou Robert—nem cigarra acumula tesouro em seu celeiro.Não se ganha a vida fazendo aquilo que não é próprio de seu ofício. Cada um exerce sua função em algum campo da atividade humana, assim, em sua passagem pelos campos estrangeiros, faça amizade com Machados e Guimarães. Aos outros, só cumprimente... Mas não deixe de bater continência, nem para aqueles que  morreram há mais de setenta anos. Pendure uma ou duas ave-marias em favor deles, e brincos nas ovelhas, gordas ou magras. Estes são adornos que assinalam o direito de propriedade sobre o rebanho, e deve ser respeitado.
— Sabes que evito aspas  tanto que posso.
Ravenala, não quis polemizar o discurso. Engoliu a seco muitas aspas, vespas, morcegos, caspas e a nova imagem dada por Bobby ao barbeiro de Bentinho.  De fato, relegar a loja de informática a segundo plano, parecia  loucura. Como bem o  dissera o professor Gilson: ‘Não é  preciso voltar ao primeiro século antes de Cristo, para encontrar Lucrécio ajoelhado aos pés de Mecenas, encontraria em qualquer esquina um escritor vendendo o cérebro para comprar   leite e pão.’

***
Adalberto Lima, fragmento de Estrela que o vento soprou.
Imagem: Internte
Adalberto Lima
Enviado por Adalberto Lima em 14/05/2017
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 35 vezesFale com o autor