Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
126 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56117 )
Cartas ( 21113)
Contos (12442)
Cordel (9801)
Crônicas (21705)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41212)
Humor (17642)
Infantil (3599)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136696)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O LIVRO DA VIDA -- 14/05/2017 - 21:17 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos






Sentei-me a uma mesa no panteão da memória com o livro da vida no colo, e contemplei 65 primaveras, desde que vi a luz do sol pela primeira vez. Diante de meus olhos páginas amarrotadas e o rascunho de minha história que esperava ser reescrita. E em vez de entristecer-me, alegrei-me, porque ainda há tempo. Muitos outonos virão, antes do entardecer da aurora de minha vida.
Cachoeira Paulista, 15 de maio de 2017


 A imagem pode conter: 1 pessoa, texto


A imagem pode conter: 1 pessoa




Adalberto Lima


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 158 vezesFale com o autor