Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54936 )
Cartas ( 21059)
Contos (12122)
Cordel (9541)
Crônicas (21128)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39891)
Humor (17552)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5413)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135633)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4195)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Sim, Já Trabalhei de Pijama e Usei Camisola Como Se Fosse Ve -- 05/07/2017 - 15:41 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sim, Já Trabalhei de Pijama e Usei Camisola Como Se Fosse Vestido de Gala
Dias atrás a diretora do PROCON – PR deu entrevista a um programa de TV chamado Bom Dia Paraná, em pleno inverno de Curitiba, vestindo uma calça colorida, confortável e quente. Logo, internautas desocupados e que pensam que são consultores de moda passaram a criticar a roupa da moça dizendo que ela estava de pijama. Horas depois, a diretora aproveitou para fazer um vídeo explicando como o consumidor pode reclamar de um pijama, que veio com defeito, através da Internet. Assim, ela demonstrou uma atitude inteligente com bom humor.
O interessante é que no frio de Curitiba, pessoas mais friorentas costumam colocar calças de pijamas por baixo das roupas formais. Eu já utilizei este método para me aquecer e ele já me salvou de algumas situações embaraçosas.
Em 1998, eu trabalhava fazendo entregas de telefone. Então bati numa casa na periferia. Mas um cachorro me atacou por trás e rasgou a minha calça no traseiro. Porém ele foi embora e não passei vergonha porque estava com um pijama por baixo. Solução: tirei a peça rasgada, trabalhei de pijama e ninguém percebeu porque ele era liso.
Sempre tive problemas com o fluxo menstrual. Assim, no inverno de 2001, eu trabalhava num escritório e só podia ir ao banheiro uma vez por dia. De repente, senti que minha menstruação vazou do absorvente. Quando o expediente acabou fui ao toalhete. Lá notei que, graças à calça de pijama que eu usava em baixo da calça jeans, o liquido não manchou a cadeira do meu trabalho.
No começo dos anos noventa, eu precisava ir a uma festa de gala. Porém não tinha dinheiro para comprar um vestido longo. Como um raio, tive a ideia de usar uma camisola comprida de cetim, com detalhes de pedrinhas em “strass”, da minha avó como se fosse um vestido. Deste jeito, fiz uns ajustes com fio e agulha. Após isto fui à festa e a peça fez sucesso. Só não ganhei o prêmio de rainha do baile porque o evento não foi nos Estados Unidos.
Nos dias de frio, se a empresa não exige o uso de uniforme pelos seus funcionários, o ideal é trabalhar de pijama mesmo. Pois um trabalhador quente e confortável rende mais.
Luciana do Rocio Mallon
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui