Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
69 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54406 )
Cartas ( 21031)
Contos (12033)
Cordel (9350)
Crônicas (20800)
Discursos (3098)
Ensaios - (9869)
Erótico (13087)
Frases (39450)
Humor (17507)
Infantil (3550)
Infanto Juvenil (2302)
Letras de Música (5406)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (134999)
Redação (2860)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4089)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->Escrevi Poemas Nas Suas Estrias e Celulites -- 19/04/2016 - 16:27 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Escrevi Poemas Nas Suas Estrias e Celulites

Eu não quis escrever um poema num papel
Pois isto qualquer moleque inexperiente faz
Já escrevi poemas nas nuvens do céu
Porém esta atitude já não me satisfaz

Por isto, fiz um poema em seu corpo experiente
Assim conheci a sensação da mais leve ternura
Misturada com o seu gemido ardente e fremente
Junto com a lágrima suave da doçura!

Nas suas estrias encontrei as ondas da melodia
Onde escrevi um poema sagrado e proibido
Minha língua virou a caneta da fantasia
Tão perigosa quanto a flecha do cupido

Nas suas celulites encontrei a linha do desejo
Onde escrevi uma frase radiante e brilhante
No céu, da sua boca, avistei um lampejo
Que logo virou uma estrela cintilante!

Suas estrias e celulites formam um caderno
Com os meus poemas de amor pela eternidade
Seu corpo sempre será um livro acolhedor e fraterno
Com as páginas macias da mais pura felicidade.
Luciana do Rocio Mallon

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui