Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54270 )
Cartas ( 21028)
Contos (12001)
Cordel (9328)
Crônicas (20646)
Discursos (3097)
Ensaios - (9860)
Erótico (13085)
Frases (39355)
Humor (17505)
Infantil (3548)
Infanto Juvenil (2301)
Letras de Música (5406)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (134871)
Redação (2860)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1910)
Textos Religiosos/Sermões (4079)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->AS COXAS DE VERINHA -- 09/01/2017 - 16:52 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
VERINHA, DE VERINHA NÃO TINHA NADA. MULHERÃO DE 1.80 COM SALTOS ALTOS E SAIAS BEM ACIMA DO JOELHO, COLOCAVA CELSO EM POLVOROSA. ERA SABIDO NOS BASTIDORES DA INSTITUIÇÃO QUE ERA COM ELE QUE VERINHA MAIS VISITAVA.
TARDES LONGAS, DE ALMOÇO COM CLIENTE, E DEPOIS UMA VISITA PELA EMPRESA.
É FATO QUE CLIENTES NÃO FALTAVAM PARA SEREM VISITADOS. ALÉM DOS QUE JÁ EXISTIAM COMO CLIENTES, CERCA DE 18 MIL NA AGÊNCIA DE GRANDE PORTE, HAVIAM AS VISITAS A PROSPECTS, ONDE ESTAVAM FOCADAS AS SAÍDAS DO PULO, COMO SE DIZIA NA ÉPOCA.
CELSO TINHA APROXIMADAMENTE 1,90 E FAZIA UM PAR BONITO COM VERINHA. ELE ERA BEM MAIS VELHO, MAS UM PEDAÇO DE MAL CAMINHO.
TODOS COMENTAVAM, MAS NÃO HAVIA PROVAS. HAVIA QUEM DISSESSE QUE NAS FESTAS DE FINAL DE ANO, NO FINAL DA NOITE, DEPOIS DO BAILE, PELA POSIÇÃO QUE OCUPAVAM, FICAVAM SOZINHOS EM SEUS QUARTOS, E VOLTA E MEIA, OS FOFOQUEIROS DE PLANTÃO, SEMPRE AVISTAVAM UMA SOMBRA, DE UM QUARTO PARA O OUTRO. NAS REUNIÕES DE PLANEJAMENTO PARA O ANO SEGUINTE, OU MESMOS AS FESTAS DE FINAL DE ANO, SEMPRE SE DESCOBRIA ALGUM NOVO CASAL NA INSTITUIÇÃO.
NESSE DIA EM ESPECIAL TIVEMOS UMA REUNIÃO COM OS MAIS IMPORTANTES, E OS INTERMEDIÁRIO, ONDE ME ENCONTRAVA, E IRÍAMOS TRATAR DE PRODUÇÃO, QUE NÃO ANDAVA MUITO BEM DAS PERNAS. A ARRUMAÇÃO DA SALA ESTAVA EM U E EU SENTEI AO LADO DE UM COLEGA MUITO GAIATO, QUE TINHA LIGAÇÕES COM A ALTA HIERAQUIA DA INSTITUIÇÃO. VERINHA SENTOU-SE NA CURVA DO U, E CELSO ESTAVA CONDUZINDO A REUNIÃO.
EU SEMPRE FUI DESLIGADA, NÃO ME DAVA CONTA DAS SACANAGENS DO PEDAÇO, NÃO PORQUE ERA IDIOTA, MAS PORQUE ESSAS QUESTÕES NÃO ME INTERESSAVAM. CADA UM DAVA O QUE ERA SEU.
SÓ QUE O GAIATO, AO LADO, MUITO PERSPICAZ, SABENDO DA SACANAGEM QUE HAVIA ENTRE OS DOIS, PASSOU A PERCEBER OS OLHARES ENTRE ELES, E ME CUTUCOU DIZENDO: OLHA COMO ELE OLHA PRA ELA E ELA PRA ELE? E PASSEI A OBSERVAR. CERTO MOMENTO DA REUNIÃO, A SALA ESTAVA À MEIA LUZ POR CONTA DAS TRANSPARÊNCIAS DE PRODUÇÃO, OLHEI PARA VERINHA, E ELA ESTAVA DE PERNAS ENTREABERTAS, COM A MÃO DENTRO DAS DIVINAS COXAS, E NÃO SE DAVA CONTA DE QUE A ÚNICA LUZ ACESA, MIRAVA BEM ONDE ESTAVA.
CELSO ESTAVA IMPACIENTE, PORQUE, ALÉM DE EXCITADO, NÃO CONSEGUIA AVISA-LA DO PERIGO DE SER VISTA. NOTAVA-SE UM CERTO NERVOSISMO DE SUA PARTE.
A TARDE CAMINHAVA PARA O COFFEE BREAK E ELE ADIANTOU A SAÍDA, E LOGO EM SEGUIDA, PEDIU PARA VERINHA FICAR NA SALA.
NÃO FICAMOS SABENDO AO CERTO, SE AQUELA SAÍDA ANTECIPADA ERA PARA CHAMAR-LHE ATENÇÃO, OU SE PARA, NAQUELE PEQUENO ESPAÇO DE TEMPO, SATISFAZER O DESEJO QUE SALTAVA DAQUELES OLHARES.
O FATO É QUE, AO VOLTARMOS DO CAFÉ, VERINHA ESTAVA BASTANTE CONCENTRADA E DE PERNAS FECHADAS.
NÃO SE SABE AO CERTO, O QUE ACONTECEU ALI, MAS TANTO ELA QUANTO ELE, ESBOÇARAM UM LINDO SORRISO NOS LÁBIOS.
CREIO E ELA NÃO LEVOU UMA BRONCA, E ELE SENTIU DE PERTO O CALOR DAS COXAS GOSTOSAS DE VERINHA.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 16Exibido 165 vezesFale com o autor