Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54806 )
Cartas ( 21052)
Contos (12086)
Cordel (9484)
Crônicas (21045)
Discursos (3105)
Ensaios - (9892)
Erótico (13118)
Frases (39762)
Humor (17540)
Infantil (3559)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135479)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->PRESENTE DE ANIVERSÁRIO PARA VALENTINA -- 04/07/2017 - 10:28 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos





Meu querido, acredito que me melhor presente não haveria
em um dia tão especial.
Admiro a criatividade, e o envolvimento que cada autor
tem com meus escritos, e não por acaso, até o perfume,
retrata bem uma época antiga, e gostosa de ser lembrada,
ou insinuada.
Obrigada pelo carinho e pela delicadeza, entremeada
de desejo explícito. Isso é literatura, sincera, despida de
intenção vulgar, como tantas outras.
Guardarei em meu coração.

-------------------------------------------------------------

Val, você está de parabéns pela tua vida e teus amores, espero que
continues cheia de felicidade, amor e outras coisas...Segue meu presente pra você.
JC


A mente ferve ávida pela memória
mas me vem a tal, vaga lembrança
sofro para lembrar um pouco mais
que tua pele alva e teus pelos negros,
teu seio farto e macio chega-me pela tal,
vaga lembrança
mas tem coisas que não lembro,
pois jamais as esqueci,
sinto o gosto do teu bico entumecido,
quase rasgando minha língua
e do suave sabor de tuas entranhas,
que me faz pensar sobre a pureza dela.
Minha língua sempre presente e favorecida
agitava-se junto a essa presença lubrificante,
em frenesi, deixava transparecer uma enérgica,
mas suave, capacidade de depila-la,
mas sua intenção principal era trazer
o máximo do "vinho" para dentro do corpo,
penso que a língua confundia
os lábios superiores dos inferiores
sempre os lambiam e chupavam
com mesma dedicação,
quase canina.
O aroma selvagem de teu almíscar
tem em minhas fossas nasais....
um altar, onde consonante com tua pele,
provocava nas salivares
o desejo eterno
de te possuir.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 16Exibido 83 vezesFale com o autor