Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
83 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55587 )
Cartas ( 21086)
Contos (12217)
Cordel (9654)
Crônicas (21424)
Discursos (3115)
Ensaios - (9924)
Erótico (13156)
Frases (40563)
Humor (17585)
Infantil (3581)
Infanto Juvenil (2319)
Letras de Música (5429)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136177)
Redação (2882)
Roteiro de Filme ou Novela (1041)
Teses / Monologos (2376)
Textos Jurídicos (1910)
Textos Religiosos/Sermões (4276)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Calcinha (despreparo)* -- 17/10/2017 - 10:31 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Calcinha (despreparo)*


Despreparo: se uma jornalista, por descuido rápido, deixa visualizar pequena parte de peça íntima, não deve (nem deveria!) ser condenada e desrespeitada por isso.


Relembro aqui passagem de quase 50 anos, que evidencia como a licenciosidade vem tentando ofuscar o profissionalismo.


Era década de 1970. Antes de iniciar o serviço, conversávamos debaixo do prédio 3 rapazes (talvez nem namorada tivéssemos). Falávamos do comprometimento com os afazeres múltiplos e reforçávamos a falta de estrutura (computador nem pensar... era privilégio de superiores mais agraciados).


Nesse ínterim, passa por nós moça muito formosa e apressada (provavelmente tivesse de chegar mais cedo e ainda registrar a frequência no relógio eletrônico).


Um colega observa e comenta:


- Puxa! que jovem linda!


Outro, que a conhecia do Gabinete do Senhor Presidente, completa:


- Pois é... e ela trabalha, com desenvoltura, em máquina IBM elétrica, de correção, de esferas.


Nós, na realidade e com muito esforço, gravitávamos em máquinas de datilografia, antigas, e sem direito a correções. Se errássemos algo (escrita com carbono), teríamos de nos virar. E virávamos. Sempre demos conta das tarefas.


Moral da história: o equipamento moderno da secretária (para época, é claro!) passa a ser mais fundamental que a sua beleza.


* Brasília, DF, 17/10/2017. Por ocasião de comentários deselegantes e injustos com a apresentadora da Globo, Ana Paula Araújo, excelente profissional e bonita.









Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 27Exibido 103 vezesFale com o autor